Últimas

Xiaomi não venderá Redmi Note 2 na Índia, mas brasileiros podem relaxar

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Xiaomi anunciou na semana passada seu mais novo phablet de respeito. Redmi 2 Note foi oficializado em um evento no país natal da companhia, China, com tudo o que há de bom em um celular alternativo, por um preço verdadeiramente atrativo. Todavia, contrariando os outros produtos da marca oriental, o modelo não chegará em território indiano, pelo menos no que diz respeito aos modos formais de venda. Isto é culpa do processador localizado no interior do aparelho, feito pela MediaTek. Nota-se que a sueca Ericsson possui uma patente de exclusividade quando se trata da fabricante de chipsets, permitindo que apenas ela comercialize suas soluções por lá.

De fato, em dezembro de 2014, noticiamos o início dos problemas na coexistência da Ericsson e Xiaomi na Índia, sendo que a disputa ocorreu na Alta Corte de Deli, que ordenou o cessamento imediato das vendas dos smartphones com MIUI na região. Mesmo com chinesa buscando o acordo mútuo entre as envolvidas, a outra parte não teve a mesma opinião e quis manter a orgem judicial que prejudica fortemente a linha Redmi em solo onde as vacas são consideradas animais sagrados. Em contrapartida, a ausência do Redmi Note 2 em um dos locais da Ásia não afeta em nada suas chances de chegarem ao Brasil.

Como não há nenhuma patente da Ericsson relacionando o uso do chipset MediTek em terras tupiniquins, não há com o que se preocupar sobre o desembarque do Redmi Note 2. Ainda assim, não há previsão disso acontecer, visto que a Xiaomi começou a vender seus dispositivos por aqui há pouco tempo, portanto o lançamento tão recente de mais um modelo parece inviável. Na China, atualmente o único país a disponibilizar o estoque da novidade, cada exemplar pode ser levado para casa por US$ 125, ou, convertendo para a nossa moeda, R$ 434 na cotação atual do dólar, desconsiderando os impostos brasileiros.

Por tal quantia, clientes podem desfrutar de um gadget completo, incluindo uma tela de 5,5 polegadas em resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), 2 GB de RAM, chipset MediaTek Helio X10, processador com oito núcleos rodando ao máximo em 2,2 GHz, PowerVR G6200 para os gráficos, câmera principal de 13 megapixels, câmera frontal de 5 megapixels, peso de 160 gramas, bateria de 3.060 mAh, Android 5.0 Lollipop como sistema operacional, modificado pela interface MIUI 7. É um baita conjunto interno. Ficaremos de olho nos assuntos da Xiaomi no Brasil para, quem sabe, descobrir a previsão de chegada do Redmi Note 2 por estes lados.

<!–

Se curtiu, compartilhe!

setTimeout(“loadSocialButtons()”, 300);
–>
Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *