Últimas

Com Daniel Paulista no comando, Sport tenta vitória para manter objetivo da Libertadores vivo

Sport/Divulgação
Auxiliar de Eduardo Baptista no Sport há um ano, Daniel terá sua primeira experiência à beira do gramado

Iniciando a rodada a cinco pontos do G4, o Sport ainda nutre a esperança de repetir a arrancanda que fez do time a sensação do Brasileiro no início da competição. Até o fim da Série A serão mais 12 jogos. Um total de 36 pontos em disputa, que só um aproveitamento superior a 70% poderá fazer o Leão almejar reencontrar o caminho da Libertadores. Para isso, pela primeira vez, o clube não terá no seu banco Eduardo Baptista, que optou por se transferir para o Fluminense na última quinta-feira. Caiu no colo do então auxiliar-técnico Daniel Paulista a missão de comandar o Sport contra o Vasco, às 16h deste domingo, no Maracanã. Partida que poderá ser apenas a primeira de muitas do ex-atleta à frente do time.

Saiba mais

Afinal, a diretoria do Sport ainda busca um substituto para Eduardo. E Daniel, com grande identificação com o clube e auxiliar do ex-técnico desde o começo do ano, internamente não vem sendo tratado como a última das possibilidades. “Futebol é feito de oportunidades e tudo pode acontecer”, declarou o executivo de futebol rubro-negro, Nei Pandolfo. Debutando como interino, Daniel não escondeu a satisfação com a chance.

“Estou encarando muito animado e contente. Agradeço à diretoria e ao presidente pela confiança. Espero fazer o melhor como sempre fiz como jogador para esse time. Estou nessa função de auxiliar há um ano. Mas sempre tive uma boa leitura de jogo como atleta. Estou preparado. As oportunidades na vida aparecem quando a gente nem espera”, disse o interino.

A primeira partida de Daniel Paulista vem com a chance de fazer o time conquistar algo que não fez com Eduardo Baptista. O Sport fez 13 partidas como visitante nesta Série A. Empatou nove delas, perdeu quatro. O antigo treinador deixou o time com o fardo de ser o único clube da competição a não ter vencido como visitante.

Outra curiosidade é que Daniel estreia justamente frente a um dos poucos adversário contra quem fez gol como atleta (algo raro). O ex-volante do Sport marcou um golaço na semifinal da Copa do Brasil 2008 contra os vascaínos. O Leão foi o campeão do torneio nacional daquele ano e Daniel um dos principais pilares.

O time
O Leão terá um desfalque de peso para a partida. Trata-se do meio-campista Diego Souza, suspenso em razão do terceiro cartão amarelo. Daniel Paulista fez mistério sobre o substituto. Régis e Wendel são os principais candidatos. Além de Diego Souza, o lateral-direito Samuel Xavier, suspenso, e o volante Rodrigo Mancha, machucado, também estão fora do jogo. Ambos, porém, são reservas.

Vasco
São duas vitórias em três jogos. É a melhor sequência do Vasco na competição. Tratado pelos próprios cariocas como o último suspiro do time na Série A. Afinal, a equipe está imersa na lanterna da competição há inúmeras rodadas. E só a mantendo a “boa fase” até o fim do Brasileiro fará o time do técnico Jorginho escapar da degola. Para enfrentar o Leão, treinador não poderá contar o zagueiro Rodrigo e o meia Julio dos Santos, suspensos. Ele fez mistério a respeito dos substitutos.

Ficha do jogo

Vasco da Gama
Jordi, Madson, Rafael Vaz, Luan e Julio Cesar; Serginho, Bruno Gallo, Andrezinho e Nenê; Rafael Silva e Leandrão (Herrera).
Técnico: Jorginho

Sport
Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Régis), Marlone e Maikon Leite; André e Hernane Brocador.
Técnico: Daniel Paulista (interino).

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro. Horário: 16h. Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC-FIFA). Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC-FIFA) e Márcio Eustáquio Santiago (MG).

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *