Últimas

Como é navegar na internet em 2015 com um Macintosh de 1988

Quase 30 anos atrás, em 1988, um jovem americano chamado Jeff Keacher ganhou seu primeiro computador pessoal: um Macintosh Plus, da Apple. Décadas depois, formado em engenharia da computação, ele decidiu conectar o dispositivo pré-histórico à rede de internet dos dias de hoje. E conseguiu.

O Macintosh Plus foi lançado originalmente em 1986 e deixou de ser fabricado em 1990. As configurações de ponta da época incluíam um processador de 8MHz, 4MB de RAM, 50MB de armazenamento e uma tela 512 x 342 pixels em preto e branco. Ou seja, muito inferior até em relação ao celular mais simples encontrado hoje no mercado.

Obviamente, o próprio hardware do Mac Plus foi o principal obstáculo no desafio de Keacher. Assim que ele ligou o computador pela primeira vez em mais de 20 anos, o HD externo queimou. “O estresse da corrente elétrica após anos sem uso foi demais para o filtro capacitivo na fonte de energia do HD”, explicou o engenheiro.

Após longas pesquisas no que ele chama de “cantos obscuros da internet”, Keacher conseguiu comprar um substituto para o HD externo, encontrou um navegador compatível ao Mac Plus, desenvolveu a partir do zero um proxy para fazer o browser se entender com páginas em CSS e Javascript e com o protocolo HTTPS; e ainda usou um Raspberry Pi para dar conta dos processamentos mais pesados.

Além disso, o engenheiro precisou adaptar a porta serial do Mac Plus através de protocolos PPP e SLIP, para conectá-lo fisicamente a um modem de internet. Afinal de contas, o aparelho não possuía entrada para cabo de rede e, obviamente, WiFi não era algo que a Apple sequer imaginava quando produziu o modelo.

“E isso, meus amigos, foi suficiente para navegar na web. Surpreendentemente, pareceu até decente, quase como em um navegador mobile”, disse Keacher. O resultado foi uma navegação extremamente lenta – o Mac leva quase 6 minutos para abrir um site – mas funcional. “Dados carregados, páginas renderizadas e links clicáveis. Até formulários funcionaram”, diz Keacher. “O objetivo era simplesmente introduzir o Mac à web. O encontro teve sucesso”.

Veja o Mac Plus de 27 anos acessando a Wikipédia e o site Hacker News:

[embedded content]

Via Keacher.com

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *