Últimas

Meizu lança Pro 5 com tela AMOLED de 5,7" Full HD e Exynos 7420 na China

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Meizu acaba de lançar na China o seu novo flagship tão aguardado pelos consumidores, já que o mesmo seria o primeiro smartphone não produzido pela Samsung a trazer o aclamado chipset Exynos 7420. Não apenas isso, mas o Pro 5 é o primeiro da nova linha de smartphones da fabricante chinesa que vem pare oferecer um design mais caprichado em metal, hardware de ponta e tecnologias avançadas que mostrem que você realmente está com um celular topo de linha em mãos.

Ao olhar para a imagem de que ilustra esta matéria, você pensará logo no iPhone da Apple. Não é segredo para ninguém que as fabricantes chinesas se inspiram na Maçã na hora de desenhar seus novos produtos. Isso não tira o brilho do lançamento, já que o Meixu Pro 5 mostra ser elegante, mesmo que não traga um visual inédito, boa construção e detalhes que fascinam com sua tela de 5,7 polegadas bem aproveitada, deixando aquele excesso de bordas para alguns concorrentes.

Hardware de ponta

O Meizu Pro 5 chega com uma tela de 5,7 polegadas com resolução Full HD e vidro 2,5D (ligeiramente curvo nas bordas). Este é o mesmo tamanho que encontramos no atual phablet da Samsung. Por falar nisso, a tela foi produzida pela sul-coreana. Assim, você vê aqui a mesma Super AMOLED de alta qualidade já conhecida, mas tendo menos pixels para tornar a experiência em jogos ainda melhor.

Como dito anteriormente, o Pro 5 traz o chipset Exynos 7420 octa-core 64-bit formado por um processador quad-core Cortex-A57 e outro quad-core Cortex-A53 fabricados a 14nm. A GPU é a mesma usada pela Samsung, neste caso a Mali-T760 com oito núcleos gráficos. O modelo chega com duas opções de RAM, tendo 3 ou 4 GB de memória. O armazenamento interno fica por conta da nova memória USF 2.0 da Samsung, oferecendo 32 GB de espaço. Em câmeras, temos um sensor principal de 21 megapixels e outro frontal com capacidade de 5 megapixels.

Em termos de conectividade, o Meizu Pro 5 vem com um modem ‘4G+’ que a fabricante alega ser capaz de manter uma taxa de transferência de dados de 300 Mbps, além de ser compatível com a tecnologia VoLTE. No entanto, a empresa não chegou a informar quais as faixas de operação e bandas suportadas no 4G, o que acaba dificultando descobrir se o modelo poderá ser importado e usado em outros países, além da China.

Por fim, a novidade também vem com conector USB 3.0 Type-C com suporte a carregamento rápido. Graças ao carregador de 12V que vem no pacote, a empresa alega que a bateria 3.050 mAh recarrega 65% de sua carga em apenas 30 minutos. Essa é tecnologia de carregamento rápido da Samsung que vem para concorrer com o Quick Charge 2.0 da Qualcomm na linha Snapdragon

Câmera e capacidade fotográfica

Como dito acima, a câmera do Meizu Pro 5 tem capacidade de 21 megapixels e vem com sensor Sony IMX230 de 1/2.4” e 1.12 micron pixels. A Meizu usou um novo processador de imagens (ISP) para entregar uma qualidade superior do que vemos em outros lançamentos com este mesmo sensor da Sony.

A empresa também informou que o seu novo lançamento consegue focar em apenas 0,17 segundo. Pode não ser tão empolgante quanto os 0,03 segundo prometido pela Sony em seus recentes lançamentos, mas está acima dos grandes rivais. A empresa também incluiu um sensor a laser para garantir que o tempo de foco seja o mais baixo possível, algo que já vimos a LG implementar em seus lançamentos.

Por fim, foi informado que a câmera tem capacidade de gravar na resolução Ultra HD e filmar tanto a 120 FPS quanto no padrão de 30 quadros por segundo. Se isso for realmente verdade, esta será a primeira vez que vemos um celular filmar nesta resolução com tamanha velocidade.

Som profissional

O Meizu Pro 5 é o primeiro smartphone da empresa, após o MX4 Pro, a trazer a marca “High-Fidelity” para o áudio. A empresa informou que o Pro 5 traz alto-falantes potentes para entregar uma qualidade sonora Hi-Fi 2.0 com ajuda do processador de áudio ES9018 e o amplificador OPA1612 para entregar um som potente para os seus fones de ouvido.

Aproveitando o assunto, a companhia anunciou os seus novos fones de ouvido que podem explorar todo este potencial do aparelho. O EP31 custará US$ 32 e traz um bom equilíbrio entre graves, médios e agudos. Se toda esta qualidade realmente for garantida, valerá o preço cobrado pela empresa que está abaixo do que vemos no mercado atualmente.

Flyme 5

O novo Meizu Pro 5 também serve como plataforma de lançamento para a interface Flyme 5, a nova versão do sistema modificado da companhia em cima do Android Lollipop.

Flyme 5 é uma interface de usuário sem gaveta app e apresenta o seu próprio estilo distinto, com ícones grandes e bem desenhados, e nesta nova versão também apresenta muitas novas animações dentro dos menus que tornam a navegação mais suave, bem como um desempenho superior.

Há algumas mudanças significativas para a funcionalidade principal: fazer um deslize com o dedo na tela permitirá usar gestos de fundo para trazer multitarefa em uma visão de cartão Lollipop. Muitos dos primeiros aplicativos padrão do sistema também foram redesenhados, e isso inclui a câmera.

Meizu se orgulha de ter feito Flyme 5 visivelmente mais rápida para carregar aplicativos e navegar ao redor e para ilustrar que, a empresa mostrou um slide gigante com dezenas de aplicativos e tempos de carregamento em comparação contra seu maior rival na China, Xiaomi e sua interface MIUI. Naturalmente, este impulso em tempos de carregamento significa que Flyme 5 também é muito mais rápida do que seu antecessor, Flyme 4.5.

Flyme 5 será lançada em 12 de novembro, enquanto a versão beta chegará um mês antes, em 12 de outubro (pelo menos para os usuários na China). O Meizu Pro 5 vai chegar com a nova versão do Flyme em 15 de novembro.

Preço e disponibilidade

As vendas do Meizu Pro 5 começarão a partir de 12 de outubro. E como dito acima, a novidade, por enquanto, será exclusiva apenas do mercado chinês. O modelo mais básico com 3 GB de RAM chegará por US$ 439, enquanto o mais topo de linha com 4 GB de RAM tem preço de lançamento de US$ 486.

Vamos torcer para que a novidade chegue algum dia por aqui. Já que mesmo com o alto valor do dólar e os impostos, o lançamento teria um preço mais baixo do que vemos nos flagships vendidos em solo nacional.

<!–

Se curtiu, compartilhe!

setTimeout(“loadSocialButtons()”, 300);
–>
Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *