Sistema consegue prever crimes e indicar regiões onde eles podem acontecer

Pesquisadores da empresa de sistemas Hitachi desenvolveram um programa capaz de prever assaltos e assassinatos. Chamado de Predictive Crime Analytics (PCA), o software analisa uma série de dados, como os índices de trânsito, tweets, imagens de câmeras de segurança e detectores de balas para prever quando e onde os crimes estão mais propensos a acontecer.

O sistema usa o processamento de linguagem natural para encontrar automaticamente palavras, atribuindo a elas tags e pesos dentro das frases que as utilizam. “Gangues usam palavras diferentes para realizar diferentes ações. Não sabemos quais são elas, mas com a tecnologia podemos identificar algo anormal ou fora de contexto, e pesquisar e descobrir como ela está sendo usada”, conta Darrin Lipscomb, um dos criadores do software.

Reprodução

Ao mesmo tempo, são analisadas informações de diversas partes da web e de sensores, como câmeras, presentes em uma região. Os tuítes e chamadas de emergência também são levados em consideração. Combinadas, as informações podem gerar um mapa de calor do local, indicando os assaltos ocorridos e a probabilidade de que eles aconteçam novamente.

O PCA permite filtrar os dados por tipo e origem das informações. “Os algoritmos também podem ser usado para criar previsões do nível da ameaça de prever com precisão onde os crimes são passíveis de ocorrer ou recursos adicionais provavelmente serão necessárias”, explica Lipscomb.

A tecnologia começa a ser testada no mês de outubro.

Via DailyMail

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *