Tempo no Netflix já supera o empregado em sexo, refeições e leitura

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Netflix, o conhecido serviço de streaming de vídeos, tem crescido de forma impressionante e já altera os hábitos dos seus mais de 60 milhões de usuários espalhados por mais de 40 países. Aqui no Brasil já há até mesmo boatos polêmicos afirmando que a Câmara poderia agir contra o serviço para proteger as emissoras de TV. Mas qual o grande atrativo e que tipo de mudanças o serviço tem provocado?

Lançado em 1997 o Netflix expandiu suas fronteiras para o território sul-americano no final de 2011. No Brasil os planos variam de R$ 19,90 até R$ 29,90 dependendo da quantidade de dispositivos que o assinante deseja utilizar simultaneamente (número máximo de 4). Traz uma biblioteca recheada de filmes, programas de TV e séries, com destaque para suas criações originais como House of Cards, Demolidor, Marco Polo e a nova série que conta a vida do narcotraficante Pablo Escobar, Narcos.

Diante desse crescimento, a TDGResearch realizou um estudo para descobrir quanto tempo em média o telespectador do Netflix emprega no serviço, diante de outros afazeres. E como a tabela abaixo demonstra, cerca de uma hora e meia a cada dia é o tempo reservado para assistir (ou apenas navegar pelo catálogo) o conteúdo do serviço em dispositivos móveis, computadores ou SmartTVs. Por outro lado, a média diária para outros afazeres, talvez até mais importantes, já perde por uma grande diferença. São apenas 49 minutos para leitura, 70 para a alimentação e, atenção, quase 2 minutos para o sexo.

Como os gráficos abaixo revelam, o tempo mensal subiu de 28 horas em 2011 para mais de 46 horas em 2014. Agora o Netflix praticamente só perde em nível de prioridade para as horas de sono e de trabalho.

É importante notar que os dados refletem a rotina dos norte-americanos, já que no Brasil o tempo médio de leitura diário é bem menor, cerca de 6 minutos. Enquanto talvez os superemos quando a questão é a intimidade entre quatro paredes. De qualquer forma, é interessante perceber como um serviço de streaming de vídeo pode prender a atenção por tanto tempo. E não apenas isso, a Netflix está dando uma verdadeira aula que a indústria cinematográfica está demorando a aprender enquanto caçam usuários do PopCorn Time, o Netflix gratuito.

E você, se enquadra nos dados dessa pesquisa? Passa muito tempo vendo conteúdo da Netflix, perde muito tempo procurando títulos no vasto catálogo? E aproveitando, em qual equipamento prefere assistir, smartphone, tablet, computador ou TV?

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *