Últimas

Assassino de escola na Suécia era simpatizante da extrema-direita

Estocolmo (AFP) – O homem que matou com uma espada duas pessoas nesta quinta-feira em uma escola sueca frequentada por jovens imigrantes era um simpatizante de movimentos radicais de extrema-direita, afirmam vários meios de comunicação suecos.

Mascarado e armado com uma espada e uma faca, o homem matou um professor e um aluno, além de ter ferido um outro professor e outro aluno, que continuam hospitalizados em estado grave.

O agressor morreu no hospital após ter sido atingido por tiros de um policial. O crime ocorreu no bairro de Trollhättan (sudoeste).

De acordo com a imprensa, o assassino seria um jovem violentamente hostil ao islã e à imigração, fascinado por filmes de guerra e romances de Stephen King.

Sua identidade ainda não foi revelada, mas ele teria postado em sua conta no YouTube vídeos sobre Hitler e o nazismo.

A polícia analisa agora uma “motivação política” para o crime.

Na semana passada, em seu Facebook, o jovem de 21 anos postou um apelo dos Democratas da Suécia, partido de extrema-direita, sobre a realização de um referendo sobre a imigração.

A Suécia é um dos países da União Europeia que acolhe o maior número de refugiados.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *