Últimas

Áustria vai construir cerca na fronteira com a Eslovênia

A ministra do Interior da Áustria, Johanna Mikl-Leitner. Foto: Emmanuel Dunand/AFP/Arquivos
A ministra do Interior da Áustria, Johanna Mikl-Leitner. Foto: Emmanuel Dunand/AFP/Arquivos

Viena – A Áustria construirá uma cerca ao longo da fronteira com a Eslovênia, para controlar o fluxo de migrantes, anunciou nesta quarta-feira a ministra do Interior Johanna Mikl-Leitner. “Isto é sobre garantir uma entrada ordenada e controla em nosso país, e não sobre fechar a fronteira”, declarou ao canal de televisão Oe1. “Nas últimas semanas vários grupos de imigrantes se mostraram impacientes, agressivos e emotivos. Temos que tomar precauções”, completou.

Mikl-Leitner, do partido conservador OVP, que integra a coalizão de governo ao lado dos social-democratas (SPO), disse que é necessário adotar “medidas importantes e duradouras” ante o risco de tumulto entre os migrantes e refugiados, que a cada dia esperam por várias horas no frio para atravessar a fronteira. A ministra não revelou detalhes sobre a construção da cerca, que segundo a imprensa terá vários quilômetros.

Johanna Mikl-Leitner foi muito criticada quando mencionou a criação de uma “fortaleza europeia”, mas o Partido Social-Democrata do chanceler Werner Faymann parece aprovar a proposta da cerca “para controlar a chegada de migrantes de maneira organizada”, nas palavras do ministro da Defesa, Gerald Klug, que pertence ao SPO.

Em meados de outubro, a Hungria fechou a fronteira com a Croácia e construiu uma cerca de arame farpado, o que levou milhares de migrantes que entram na Europa pela Grécia a seguir até a Eslovênia, com o objetivo final de chegar aos países do norte da Europa. Desde 17 de outubro, quase 90 mil migrantes passaram pela Eslovênia.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *