Últimas

Com chance de ser improvisado na lateral, Rafael Pereira diz não estranhar nova função

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Rafael Pereira adiantou que essa não será a primeira vez que atuará improvisado como lateral

Saiba mais

O zagueiro Rafael Pereira vem se destacando pelo Náutico. Logo na sua estreia, contra o Vitória, no dia 25 de julho, saiu do banco de reservas para dar a vitória ao Timbu por 2 a 1. Ao todo, foram 13 partidas e três tentos marcados. Porém, sábado, contra o Botafogo, o defensor terá uma nova função na equipe. Nos dois primeiros treinos visando a partida, o técnico Gilmar Dal Pozzo o deslocou da zaga para a lateral direita. Improviso, que para Rafael, não será problema.

Apesar de admitir que prefere atuar na sua função de origem, o zagueiro adiantou que essa não será a primeira vez que atuará improvisado como lateral. Tanto que se colocou à disposição para permanecer na função até o final da Série B, se for preciso. 

“Já fiz essa função em outros times e não terei problema algum se o Dal Pozzo optar por mim na lateral. Será preciso muita atenção nos treinamentos durante a semana para entender o que ele pede para no jogo colocar em prática o que foi treinado e assim poder jogar bem e ajudar o Náutico, o que é o mais importante”, destacou o jogador.

“Definitivamente seria mais fácil continuar jogando na minha posição de origem, mas nada impede que eu me doar um pouco mais e ter a atenção redobrada. Quero ajudar o Náiutico onde quer que for. Serão sete jogos até o final e eu quero estar entre os 11 que começam a partida. Posso fazer os dois papéis”, completou.

Ainda segundo Rafael, o fato de atuar como lateral não deve nem mesmo afetar o seu “faro de artiheiro”. “Nas bolas paradas vou poder ir na área com os zagueiros. A única coisa que preciso estar atento é para que, no momento em que o Gastón (lateral esquerdo) atacar eu ficar para defender”, explicou o lateral improvisado, que também adiantou que não ficará restrito à marcação. 

“No momento em que o time estiver atacante e for preciso, irei ao ataque. O Dal Pozzo falou que se eu chegar duas ou três vezes com efetividade na frente e sair um gol estará de bom tamanho”, finalizou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *