Últimas

Dia do Macarrão: Chef Elsinho Simões ensina a fazer uma massa com ingredientes típicos do Brasil

Massa leva jerimum, linguiça e castanha de caju. Foto: Elsinho Simões/Arquivo pessoal.
Massa leva jerimum, linguiça e castanha de caju. Foto: Elsinho Simões/Arquivo pessoal.

A culinária brasileira geralmente é associada ao arroz e feijão, porém, desde meados de 1900, o macarrão trazido pelos imigrantes italianos faz parte da mesa tupiniquim. E o apreço é tão grande que o Brasil figura entre os 10 países que mais consomem a massa no mundo.

Poucos pratos vindos do exterior tiveram uma aceitação tão ampla quanto as pastas italianas. E isso pode ser confirmado nos costumes à mesa ao ponto de domingo ser considerado por muitos o dia da macarronada ou por vezes da lasanha.

E não é à toa que o alimento pode ser utilizado no preparo com outros ingredientes tanto vindos do mediterrâneo quanto da nossa terrinha. Para continuar nossas homenagens a massa o chef e consultor Elsinho Simões preparou uma receita especial, repleta de elementos do nosso país.

Apesar de ser um primo próximo do macarrão, o nhoque – massa utilizada na receita de hoje, também é bastante nutritivo e saboroso. Há até mesmo uma simpatia por trás de seu consumo, chamado de Nhoque da fortuna, quando no dia 29 de cada mês coloca-se uma cédula de qualquer valor embaixo do prato com o alimento. Depois de guardar o dinheiro embaixo da louça é só ficar de pé e comer sete nhoques um a um, fazendo um pedido para cada. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29 com a promessa de trazer ainda mais.

Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press.
Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press.

NHOQUE DE JERIMUM BRASILEIRO (Por Elsinho Simões)

Ingredientes:
200g de jerimum cozido, escorrido e amassado
1 gema
5 colheres (sopa) de farinha de trigo
50g de manteiga
1 maço de coentro e tomilho
1 colher (sopa) de sal
Farinha de trigo para polvilhar a bancada
50g de bacon picado e frito
50g de linguiça defumada picada
Castanha de caju tostada para decorar

Modo de preparo:
Em uma tigela misture o jerimum cozido, a gema e a farinha de trigo. Mexa os ingredientes até obter uma massa homogenia (se necessário acrescente mais farinha). Retire a mistura da tijela e coloque sobre uma superfície enfarinhada em seguida divida a massa em oito pedaços iguais e abra cada um com as mãos, fazendo o formado de cilindro. Abra a massa até atingir cerca de 15 centímetros corte pedaços de 1 centímetro. Cozinhe em água fervente e salgada até os nhoques flutuarem.

Em uma frigideira derreta a metade da manteiga e jogue os nhoques para dourar. Depois de dourados diminua o fogo da frigideira para baixo e acrescente o restante da manteiga, junto com o bacon e a linguiça. Coloque o tomilho e deixe cozinhar por cerca de 1 minuto para perfumar. Desligue o fogo e acrescente uma concha da água do cozimento do nhoque. Faça movimentos circulares com a frigideira para misturar e formar um molho liso (não mexa com uma espátula, a gordura da manteiga pode separar do molho).

Para encerrar regue os nhoques dourados com o molho e finalize com castanhas tostadas e coentro e sirva.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *