Últimas

Diante de série de decisões, Martelotte cobra do Santa Cruz vitórias nos três jogos em casa

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Para recuperar os pontos perdidos contra Náutico e Paysandu, técnico quer ver Santa Cruz 100% em casa

Saiba mais

A seis jogos do fim da Série B, a situação do Santa Cruz não é nada cômoda. Ainda aspirando o acesso, o Tricolor se vê a cinco pontos do G4. E quando olha para frente, constata uma verdadeira maratona de pedreiras nas próximas rodadas. Dos seis jogos restantes, três são confrontos diretos: Bahia e Botafogo fora de casa e, na última rodada, o Vitória, no Arruda. Desanimador? Para o técnico Marcelo Martelotte, nem um pouco.

Nessa série de jogos contra concorrentes diretos pelo acesso, o comandante coral enxerga uma oportunidade rara de diminuir a distância que os maus resultados recentes fizeram crescer. “Nessa situação em que a gente está, ter confrontos diretos é até melhor”, analisou o técnico, que evitou comentar o empate contra o Atlético-GO como negativo. “A gente pode fazer alguns pontos que nos levem ao acesso através de empates também”, afirmou.

O técnico tricolor sabe que é quase impossível manter 100% de aproveitamento em casa. Mas com apenas três jogos por fazer no Arruda e uma distância expressiva para o G4 , o técnico tricolor cobrou de seu time nada menos do que três vitórias nas partidas que restam.

“Mais importante para que a gente tenha chance é a gente fazer as nossas vitórias em casa. A gente sente muito o peso das duas vezs em que a gente deixou escapar (contra Paysandu e Náutico). Ninguém ganha de todo mundo em casa, mas nesses três últimos jogos, nós vamos ter que fazer. É um fator que nós temos que levar ao pé da letra para que a gente tenha chance de subir”, enfatizou o treinador.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *