Últimas

Google pode ser tornar rival da Qualcomm, Samsung e outras fabricantes de chips

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Google tem assinado diversos dispositivos ao longo dos anos, desde de os fracassados Chromebooks até os exitosos smartphones e tablets Nexus. É interessante notar que a empresa não trabalha com o hardware, se valendo de parceiras que constroem esses equipamentos e adicionam a marca da gigante de Mountain View. Esse quadro poderia estar próximo de mudar.

No evento de lançamento do Android 6.0 Marshmallow e smartphones Nexus 5X e 6P, também tivemos os novos Chromecast e Chromecast Audio, além do tablet Pixel C. Este último dispositivo foi apresentado como tendo sido projetado e fabricado completamente pela Google. Um detalhe importante é que o coração dessa máquina, o SoC Tegra X1, veio das mãos da NVIDIA. E agora temos informações de que a gigante das buscas está oferecendo oportunidade de trabalho para um “arquiteto de chip multimídia”, que pode sugerir a intenção da empresa de não depender mais das parceiras.

A nova vaga de trabalho está aberta para a divisão de equipamentos Pixel e cita especificamente “processamento de imagem, processamento de vídeo, estabilização”, o que poderiam indicar não um chip principal, mas uma solução própria que se encarregue de tarefas específicas, assim como o coprocessador de movimento da Apple em seus mais novos iPhones. E esse passo da Google talvez seja apenas o primeiro até que vejamos todos os seus dispositivos sendo construídos completamente em casa.

Para aqueles que se indagam sobre as vantagens que a empresa encontraria nessa mudança de estratégia, podemos citar o maior controle sobre os recursos e desempenho de seus produtos. Além disso, estar com o controle total do desenvolvimento de um produto pode impulsionar ainda mais a marca Google. Em entrevista ao Bussiness Insider o analista de chips, Jim McGregor acrescentou a seguinte observação:

Com a tendência da integração vertical, especialmente por parte da Microsoft e da Apple, não seria surpresa para mim se a Google desenvolvesse seus próprios chips, especialmente para tablets Android de produtividade buscando competir com os rivais Surface Pro e iPad Pro

Importante lembrar também que o desenvolvimento de processador requer conhecimentos avançados de design de chips e requereria uma divisão especialmente voltada para esse fim, capaz de testar e otimizar produtos. E infelizmente a Google se recusou a comentar o anúncio de emprego ou quaisquer planos de desenvolvimento de processadores, deixando-nos apenas com as deduções apresentadas acima.

Seria a Google capaz de no futuro fazer frente a nomes como Qualcomm, Mediatek ou Samsung? O que você acha?

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *