Grécia prepara programa de auxílio-aluguel para abrigar imigrantes

O governo da Grécia anunciou nesta segunda-feira que está preparando um programa de auxílio-aluguel para receber imigrantes no país. Com o novo plano, os gregos pretendem aumentar a capacidade de abrigo dos refugiados para 50 mil pessoas.

Olga Gerovasili, porta-voz do governo, disse que o programa deve alcançar mais de 20 mil pessoas e servir como uma alternativa ao plano da União Europeia de hospedagens em acampamentos. Ela disse que o governo rejeitou a proposta no domingo, 25, em encontro com líderes europeus afetados pela crise e reforçou que “não haverá campos de concentração em nosso país”.

“O que nos foi pedido – que colocássemos 20 mil pessoas em um acampamento gigante – foi rejeitado. Começamos uma discussão sobre como a economia pode crescer de uma maneira mais humana, sobre como podemos receber esses refugiados”, disse à rádio Parapolitika. Gerovasili também afirmou que o programa de auxílio-aluguel planejado precisa de suporte financeiro da União Europeia.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras, que havia estipulado uma meta de 30 mil abrigados, afirmou que a Grécia vai aumentar a capacidade de abrigo para refugiados do Oriente Médio, Ásia e África. Desde que foi eleito, o governo Tsipras fechou campos de refugiados e promoveu a criação de abrigos voluntários. Os refugiados que buscam países mais estáveis, porém, não têm interesse em ficar nas instalações das Olimpíadas de 2004, pois temem não conseguir sair do país depois.

O número de imigrantes que passam pela Grécia aumentou. Recentemente, 3.500 refugiados, em média, entravam no país. Já nas últimas 24 horas, a polícia estima que 8.300 pessoas passaram pela fronteira de Idomeni, entre a Grécia e a Macedônia.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *