Últimas

Jihadistas do Estado Islâmico se aproximam da cidade síria de Aleppo

Edifícios danificados em Darat Azzah, a oeste de Aleppo, em 7 de outubro de 2015. (Foto: Fadi Al-Halabi/AFP Photo)
Edifícios danificados em Darat Azzah, a oeste de Aleppo, em 7 de outubro de 2015. (Foto: Fadi Al-Halabi/AFP Photo)

Beirute (AFP) – O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) se aproximou nesta sexta-feira de Aleppo depois de ter expulsado outros rebeldes de várias posições ao norte da segunda cidade da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

“O EI nunca esteve tão perto da cidade de Aleppo, em seu maior avanço em direção” à antiga capital econômica da Síria, declarou à AFP Rami Abdel Rahman, diretor da ONG, que dispõe de uma rede de fontes neste país em guerra.

Segundo suas fontes, o EI expulsou grupos rebeldes das localidades de Tall Qrah, Tall Susin, Kafar Qares, e sobretudo da base de Madrasat al Mushat, que controlavam desde 2012. Os combates duraram até as 05h00 da madrugada (23h00 de Brasília).

“Dezenas de combatentes dos dois grupos perderam a vida”, segundo Abdel Rahman.

Com a tomada destas posições situadas ao norte de Aleppo, o grupo jihadista se encontra a vinte quilômetros da cidade e “na linha de frente com as tropas do regime de Bashar al-Assad”, sobretudo perto da zona industrial de Sheikh Najar.

O EI avançou sobretudo desde o nordeste de Aleppo, onde controla várias localidades, em particular Al Bab, um de seus redutos.

Aleppo está arrasada pela guerra e dividida em setores: os do oeste nas mãos do regime e os do leste sob controle rebelde.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *