Últimas

Na mira do CSA, meia Didira pode ir atuar na segunda divisão da China

Ao que tudo indicava, o meio-campo Didira do ASA estaria deixando Arapiraca para morar e jogar em Maceió. Na mira do CSA para o Campeonato Alagoano de 2016, o atleta parecia estar com tudo acertado com o time do Mutange, mas uma nova informação dá conta de que o atleta arapiraquense pode ir atuar no futebol chinês.

Os rumores vem correndo há algumas semanas, mas depois da eliminação do ASA no Brasileiro da Série C, cresceram e davam conta de que o jogador seria apresentado pelo CSA no dia 15 de novembro, em um evento na orla de Maceió, denominado “Domingo Azul”, com a presença do técnico Oliveira Canindé.

Didira teria assinado um pré-contrato com a equipe azulina e recebido “luvas”, um adiantamento no valor de R$ 20 mil. Esta negociação do atleta teria sido feita pelo conselheiro do CSA, João Feijó, que vem auxiliando nas contratações do clube.

No entanto, com o conhecimento do representante do futebol azulino, surgiu uma proposta do Shanghai Shenxin, time da segunda divisão chinesa. O acerto de Didira com o CSA seria de três anos, no entanto, o contrato teria a cláusula de liberação em caso de propostas boas para o atleta e o clube.

Sendo assim, já existem negociações em andamento para que o jogador arapiraquense se transfira para o futebol asiático. Até por isso, o CSA já estaria voltando as atenções para contratação de um novi meia, que não era prioridade nos últimos dias.

A comissão técnica do CSA pretende trabalhar com um número em torno de 30 atletas, entre contratados e pelo menos cinco atletas das categorias de base. Ao que tudo indica, faltam apenas cinco jogadores para fechar o elenco comandado pelo técnico Oliveira Canindé.

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *