Neta de Vera Fischer em ‘Laços de família’, Júlia Maggessi cresceu e fala dos elogios que recebe: ‘Morro de vergonha’

Famosa aos 2 anos de idade ao interpretar Nina, a neta da personagem de Vera Fischer de “Laços de Família (2000/2001)”, Júlia Maggessi cresceu e já está com 17 anos e 1,60cm de altura. Apesar das mudanças físicas, a jovem conta que até hoje é parada nas ruas por conta da personagem na novela de Manoel Carlos e revela que morre de vergonha quando recebe um elogio de um admirador.

“Na época da novela, eu me lembro que eu não podia nem ir ao shopping que era uma loucura, tudo mundo queria tirar foto. Até hoje tem pessoas que me param nas ruas ou mandam recado nas redes sociais para dizer que lembram de mim, que eu cresci e que estou muito bonita. Eu morro de vergonha quando me elogiam assim (risos)”, admite ela , que só teve um namorado até hoje e está solteira.

Nascida num bairro na Zona Norte do Rio, ela se prepara para prestar o seu primeiro vestibular. E advinha o curso? Cinema!

“Eu gosto desse meio e quis uma faculdade que me desse uma visão mais ampla de todo o processo”, conta a loirinha, que desde a estreia na TV, há quinze anos, participou ainda de cinco outras novelas. Júlia ficou afastada da TV apenas cinco anos.

“Quando terminou ‘Laços de família’, eu ficava em casa pedindo a minha mãe para voltar a fazer aquilo. Eu não entendia muito bem, tinha apenas 2 anos mas, de uma certa forma, eu já sabia que eu queria seguir na carreira de atriz”, lembra.

O desejo de Júlia logo se realizou com um convite para um teste para a novela “Prova de amor”, mas desde o ano passado ela está sem contrato com nenhuma emissora. Enquanto não é chamada para nenhum novo trabalho na TV, Júlia se dedica à reta final do ensino médio e também ao seu canal do Youtube, em que dá dica aos internautas e fala sobre diversos assuntos. Ela também está ensaiando a peça “Utopia, o reino dos sonhos”, ainda sem previsão de estreia.

Do salário como atriz, a jovem conta que metade ela dava para os pais, a dona de casa Fabiane Maggessi, e Sergio, um funcionário da Embratel, e a outra metade guardava numa poupança.

“Caso eu não passe numa faculdade pública, vou usar esse dinheiro para pagar uma uma faculdade. Se eu passar, penso em comprar um carro. Também jé pensei em fazer faculdade de Psicologia, Administração, História… Mas tudo como segunda opção. Quero mesmo é continuar sendo atriz e e nunca parar de estudar”, planeja ela.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *