Últimas

Papa concede indulgência plenária aos Legionários de Cristo

Cidade do Vaticano (AFP) – O Papa Francisco concedeu “indulgência plenária” à polêmica congregação mexicana Legionários de Cristo, como parte do Jubileu e de sua fundação há 75 anos, confirmaram fonte vaticanas.

“É parte das atividades do jubileu”, se limitou a declarar à AFP o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

Em um comunicado oficial, a congregação ultraconservadora, que se esforça para limpar seu passado, marcado pela acusação de pedofilia de seu fundador, o mexicano Marcial Maciel, informou na quarta-feira a decisão do papa de conceder o perdão da Igreja.

A indulgência plenária foi comunicada em uma nota da Penitenciaria Apostólica da Santa Sé com data de 27 de julho de 2015.

Segundo o documento, os legionários e os membros do Regnum Christi, braço secular, poderão alcançar a indulgência plenária “caso renovem por devoção seus compromissos que os vinculam ao Movimento ou à Legião, e rezem pela fidelidade de sua pátria a sua vocação cristã, pelas vocações ao sacerdócio e à vida consagrada, e pela defesa da família”.

A solicitação de indulgência foi apresentada pelo diretor geral da congregação, o mexicano Eduardo Robles-Gil, para “celebrar dignamente” o 75º aniversário de sua fundação.

A congregação conservadora, fundada em 1941, conseguiu ocultar por décadas as denúncias contra Maciel e contou com a proteção de várias autoridades do Vaticano durante o pontificado de João Paulo II (1978-2005), que considerava os legionários um exemplo de virtude católica.

Com um pedido coletivo de “perdão” pelos “comportamentos graves e objetivamente imorais” cometidos pelo falecido Maciel, apresentado em um comunicado divulgado em fevereiro do ano passado, o movimento prometeu “iniciar uma nova etapa” depois de estar à beira da dissolução por ter protagonizado um dos maiores escândalos da Igreja.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *