Últimas

Pesquisadores do MIT conseguem identificar pessoas através das paredes com Wi-Fi

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A internet provavelmente foi a maior revolução tecnológica que o mundo passou nos últimos anos, e provavelmente será difícil algo se comparar ao que a rede mundial de computadores foi capaz de fazer pelo mundo. Antes a internet discada era o mais utilizado, agora nós podemos aproveitar de banda larga e fibra, na maioria das vezes por Wi-Fi. Apesar de ser algo utilizado basicamente para conectar computadores, o Wi-Fi pode ser usado para outras atividades.

Pesquisadores do MIT estão estudando uma nova forma de identificar pessoas só com o Wi-Fi, é possível vê-las mesmo através das paredes. É interessante que a tecnologia pode identificar pessoas e não necessariamente com internet, a novidade na realidade é capaz de captar a silhueta de quem está no local pelas variações da rede Wi-Fi.

O time responsável pela pesquisa chama a tecnologia de RF-Capture, que utiliza os reflexos dos sinais Wi-Fi para captar a forma humana de quem está no local. Já faz alguns anos que a pesquisa está ativa, mas somente agora é possível dizer que eles conseguem reconhecer pessoas com 90% de clareza.

[embedded content]

Os sinais Wi-Fi são capazes de passar pelas paredes, mas eles causam reflexos perto de corpos de pessoas, assim a equipe do MIT criou uma ferramenta capaz de mostrar esses reflexos e a silhueta nas pessoas que ele causa. Com muitas imagens coletadas, elas acabam formando uma imagem completa que mostra a silhueta do indivíduo que está naquele local.

De acordo com os padrões captados, os pesquisadores até afirmaram que em alguns casos é possível detectar batidas de coração e outras informações mais específicas. Apesar de o estudo durar alguns anos, a tecnologia ainda está nos estágios iniciais, e por isso não deve ganhar uma versão para o mercado tão em breve.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *