Últimas

Presidente do STJD alega pedido "genérico" e não concede efeito suspensivo a Diego Souza

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Diego Souza foi punido com dois jogos de suspensão. Clube pediu efeito suspensivo, mas não foi atendido

O técnico Falcão estava confiante. Tanto que o meia Diego Souza viajou com a delegação. Porém, o camisa 87 vai mesmo desfalcar o Sport, neste sábado, contra o São Paulo, no Morumbi. Nesta sexta-feira, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Zveiter, indeferiu o pedido de efeito suspensivo do departamento jurídico rubro-negro e com isso o jogador terá que cumprir o segundo jogo de suspensão pela expulsão na partida contra o Internacional, no último dia 3.

Saiba mais

Em entrevista ao Superesportes, Flávio Zveiter alegou certa fragilidade na soliticação leonina para contar com o jogador. “Não encontrei requisitos para conceder o efeito suspensivo. O perdido do Sport foi genérico e analisando as imagens resolvi não entender que esse seria um caso para efeito suspensivo”, destacou o presidente do STJD.

Já o vice-presidente jurídico do Sport, Lêucio Lemos negou que o pedido tenha sido “genérico”. “Tentamos desqualificar o artigo em que o Diego foi punido. Tentamos demonstrar que o juiz se equivocou. Inclusive, essa foi a mesma alegação que usamos para recorrer da sentença”, pontuou o advogado rubro-negro.

Com a suspensão de Diego Souza, Régis, Maikon Leite e até Neto Moura disputam uma posição no meio de campo rubro-negro. Vale lembrar que para a partida, o Sport também não contará com o zagueiro Durval, lesionado. Everton Páscoa será seu substituto.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *