Smartphones estão ajudando a criar sociedade egoísta, diz pesquisadora do MIT

O uso cada vez maior da tecnologia e a popularização dos smartphones podem estar ajudando a criar uma sociedade de pessoas com pouca empatia e baixas habilidades nas relações interpessoais. A afirmação não é novidade, mas parece que os danos são ainda maiores do que o esperado. De acordo com a professora do MIT, Sherry Turkle, a tecnologia está afetando até nossas relações com nós mesmos. Segundo ela, o uso do smartphone e das redes sociais durante todo o tempo reduz a empatia dos usuários porque elimina o tempo de reflexão e autocrítica. Na prática, isso gera pessoas cada vez mais egoístas. 

“Nós literalmente transformamos estar sozinho em um problema e queremos que a tecnologia o resolva. Usamos a tela do celular para tirar a nossa atenção sobre nós mesmos”, afirma Turkle, explicando que os seres humanos precisam da solidão para analisar suas experiências recentes e transformá-las em parte de sua formação de caráter.

A professora, que estuda a sociologia da tecnologia, explica que somente nesses momentos de silêncio as pessoas são capazes de entender seus comportamentos, encontrando ações que devem ser modificadas, sejam eles das áreas romântica, familiar, profissional ou de relacionamento com os amigos.

Via BusinessInsider 

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *