Últimas

Spotify diminui a pirataria, mas sua influência ainda é pequena

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O mercado de streaming de música está crescendo constantemente no mercado, ainda mais depois do anúncio desses últimos serviços que surpreenderam todos nesse ano, como o Apple Music e Tidal. Apesar disso os grandes como Netflix e Spotify continuam alimentando a maior parte dos consumidores desse setor, e felizmente isso é uma grande ajuda para o combate a pirataria; e isso não é da boca para fora.

O Centro de Pesquisa Conjunta da Comissão Europeia realizou um estudo para mostrar que os serviços de streaming, como Spotify, são uma boa influência para o mercado. Felizmente a pirataria está diminuindo, já que a ferramenta oferece uma forma mais simples e fácil de escutar músicas.

Infelizmente isso não é o bastante para que o Spotify, e outros serviços de streaming de música, acabem de fato com a pirataria do setor musical. Em cerca de 47 músicas escutadas pelos consumidores do serviço, apenas uma realmente deixa de ser baixada. Mas há o ditado que “de pouco em pouco a galinha enche o papo”. É exatamente assim que está a nossa situação, o número é baixo, mas considerável e deve melhorar.

Apesar de ajudarem as músicas de diversas formas, o serviço de streaming raramente faz os usuários comprarem as músicas que estão escutando. Apenas uma música é comprada em cerca de 137 ouvidas, então os números precisam aumentar muito e provavelmente isso acontecerá nos próximos anos.

Atualmente o Spotify conta com mais de 70 milhões de usuários ao redor do mundo, dentre esses cerca de 20 milhões assinam a versão paga. O número pode até parecer baixo, mas ele é alto em consideração aos outros serviços do mercado, como o Apple Music que ainda conta com apenas 6,5 milhões.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *