Últimas

Tarde infeliz e dificuldade na finalização, justifica Daniel Morais após goleada sofrida

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Atacante diz que o time todo falhou, principalmente no setor defensivo e nas finalizações

Saiba mais

O Náutico perdeu sua primeira partida como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro neste sábado (24). O atacante Daniel Morais classificou a goleada sofrida pelo alvirrubro como fruto de “uma tarde infeliz”, avaliando que as dificuldades na finalização pesaram para a construção de um resultado tão elástico por parte do Botafogo. Apesar de tão pesada derrota, o autor do gol de honra na goleada por 4 a 1 considera que o Timbu segue vivo na competição, uma vez que depende apenas de si para brigar pelo acesso à Série A.

“Nós tivemos um volume bom, até considerável no primeiro tempo. Mas, quando chegava na intermediária, para finalização, tínhamos um pouco de dificuldade”, argumentou o atacante. “A gente não estava numa tarde feliz. O sistema defensivo é muito sólido – e falo do grupo inteiro, eu me incluo nisso. Tivemos dificuldades, não funcionou”, acrescentou. 

E enquanto tudo dava errado para o Náutico, na visão de Daniel Moraes, o Botafogo não desperdiçou as chances que teve. “Diante de uma equipe de muita qualidade, não podíamos desperdiçar. Um time que soube aproveitar nossas falhas para fazer os gols”, resumiu, de forma superficial, o mau desempenho do time na segunda etapa.

Para o atacante, o sistema tático adotado – 4-3-3 – não influenciou no resultado. Ele, inclusive, lembrou que foi o mesmo da vitória no clássico, na semana passada. “A gente jogou com a mesma formação contra o Santa Cruz”, disse. A diferença, em sua opinião, foi na postura. “A gente teve um estilo de jogo mais no contra-ataque. Hoje a gente teria que tomar as ações do jogo e a gente não foi muito feliz na criação, na armação das jogadas, não teve oportunidades tão claras para fazer os gols.”

Náutico recebe o Botafogo na Arena Pernambuco e é goleado por 4 a 1




  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

  • Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

Não existe uma descrição para essa imagem ou galleria

Vivos

Assim como Dal Pozzo, Daniel Morais não desiste do objetivo de alcançar o acesso à Série A. O centroavante considera que o Náutico “está muito vivo na luta”, afinal, ainda depende apensas de si. “A gente tem que fazer o nosso resultado. Depende só das nossas forças. Vamos ter jogos seguidos em casa e continuo acreditando bastante que a gente pode surpreender”, encerrou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *