Últimas

Tráfego no túnel do Canal da Mancha retomado após invasão de migrantes

Barreira derrubada em Coquelles, norte da França, durante invasão de cerca de cem migrantes no túnel do Canal da Mancha. Foto: AFP Philippe Huguen
Barreira derrubada em Coquelles, norte da França, durante invasão de cerca de cem migrantes no túnel do Canal da Mancha. Foto: AFP Philippe Huguen

O tráfego no túnel que une a França ao Reino Unido sob o Canal da Mancha foi restabelecido hoje após várias horas de interrupção por causa da invasão de dezenas de migrantes.

“Um primeiro trem Eurostar saiu da Inglaterra às 08H05, seguido de um trem de carga vazio a uma velocidade prudente. O serviço será retomado progressivamente e anunciamos uma saída da França prevista para as 10H00”, indicou a empresa Eurotunnel.

O tráfego foi interrompido na madrugada de hoje quando ceca de cem migrantes forçaram uma barreira e a passagem ante os agentes de segurança do túnel. A essa hora nenhum trem estava circulando.

Segundo o prefeito de Pas-de-Calais (norte da França), Fabienne Buccio, o grupo demonstrou uma certa agressividade, pois geralmente retrocedem ante a polícia. Ele acrescentou que algumas pessoas foram presas.

“Foi realmente um ataque, pelo número e pela violência”, afirmou o Eurotunnel. “Provavelmente deve ser uma operação para atrair a atenção da opinião pública”, explicou. Dois policiais e quatro migrantes ficaram levemente feridos.

O túnel, de 650 hectares e um perímetro de 20 km, tem sido alvo nos últimos meses de inúmeras tentativas de invasão, em geral à noite.

Desde 26 de junho, 13 migrantes morreram nas imediações do túnel quando tentavam chegar à Inglaterra.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *