Últimas

Troca de insultos entre políticos marca semana no Congresso

Discussões no Legislativo envolveram deputados, senador e ministro. Em um dos tumultos, senador chamou ministro de ‘safado’ e ‘bandido’.

 

A última semana no Congresso Nacional não vai ser lembrada por votações importantes ou debates sobre projetos, mas por brigas, bate-bocas e trocas de insultos entre parlamentares, ministros e manifestantes nas dependências do Legislativo.

Em um dos episódios mais tensos, o deputado João Rodrigues (PSD-SC) – defensor da proposta de mudanças no Estatuto do Desarmamento – criticou na última quarta-feira (28), no plenário da Câmara, o colega do PSOL Jean Wyllys (RJ), chamando-o de “escória deste país”.

Na resposta, Wyllys acusou o deputado do PSD de “fascista” e lembrou do episódio no qual Rodrigues foi flagrado por uma emissora de TV assistindo a um vídeo pornô em uma sessão da Casa, em maio.

Outra discussão acalorada envolveu nesta quinta (29) o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), e o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga – senador licenciado. Em meio a um bate-boca no Senado, os dois se chamaram de “bandido” e “safado”.

Veja abaixo os principais episódios dos últimos dias no Congresso:

‘Vagabundos’ (terça-feira, 27):
O deputado Sibá Machado, líder do PT na Câmara, se irritou com manifestantes que foram à Casa na terça-feira pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Nas galeria do plenário, durante a sessão, os manifestantes estenderam duas faixas com as inscrições “Impeachment” e “Fora, Dilma”.

No momento em que o deputado Wadih Damous (PT-RJ) foi à tribuna discursar em defesa da presidente, os manifestantes começaram a vaiá-lo e a gritar “fora petista” e “a roubalheira do PT está acabando”.

Card do líder do PT na Câmara, Sibá Machado (Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados)

No meio do plenário, Sibá Mahcado se exaltou. No microfone, chamou os manifestantes de “vagabundos” e disse que iria colocá-los “para correr”.

“Eu vou juntar gente e vou botar vocês pra correr daqui de frente do Congresso. Bando de vagabundos. Vocês são vagabundos. Vamos pro pau com vocês agora”, gritou Sibá Machado.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *