Últimas

Único dentre 40 times das Séries A e B sem vencer fora, Sport mira fim do jejum por sonho do G4

Paulo Paiva/DP/D.A.Press
O grande trunfo do Sport para esse “último suspiro” como visitante está no banco de reservas: Falcão

O Sport carrega o fardo de ser a única dentre as 40 equipes das Séries A e B do Brasileiro que ainda não venceu como visitante em 2015. Jejum arrastado por 15 rodadas frustradas fora de casa. Traumas de jogos quase vencidos, vitórias escapadas nos acréscimos. A missão atual do Leão é deixar tudo no passado e recomeçar zero. Até o fim da temporada, o clube terá ainda quatro partidas longe do Recife. Todos jogos decisivos para as pretensões do time. A começar pelos dois próximos, confrontos diretos contra Palmeiras e São Paulo, ambos na capital paulista.

O grande trunfo do Sport para esse “último suspiro” como visitante está no banco de reservas. Com a chegada do técnico Falcão, o Leão deixou de lado a postura por vezes conservadora que tinha com Eduardo Baptista. O intervalo de dez dias no Brasileiro para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo (entre 4 e 14 deste mês) foi trabalhado à exaustão pelo treinador – que completa nesta quarta-feira um mês à frente do time.

O parâmetro para a confiança, porém, vem ainda de jogos em casa. Após essa pausa, o Leão venceu Avaí e o vice-líder Atlético-MG com propriedade, apresentando um futebol simples, mas de qualidade. Variações táticas, jogadas ensaiadas e, sobretudo, com o ânimo renovado. A três pontos do G4, porém com cinco adversários à sua frente, o Sport sabe que só quebrando o jejum fora de casa poderá sonhar de fato com Libertadores em 2016.

“A gente tem que se impor e manter a confiança que a gente tem dentro de casa para jogar dessa maneira e conquistar a vitória contra o Palmeiras lá”, disse o zagueiro Matheus Ferraz. “Ficar o campeonato inteiro sem vencer fora é complicado, mas a equipe está tranquila, com jogadores experientes e vamos com tranquilidade. Sabemos que será um jogo difícil, mas que podemos ir lá buscar essa vitória e colocar o Sport no G4”, acrescentou o meia Élber.

O Sport enfrentará o Palmeiras, às 20h (horário do Recife), no próximo sábado, no estádio Pacaembu. Na semana seguinte, enfrentará o São Paulo, no Morumbi. Até o fim da Série A, ainda terá Cruzeiro e Ponte Preta como visitante. Para a partida contra o Verdão terá o retorno do volante Rithely, que cumpriu suspensão na última rodada.

Fotos: O jogos em que o Sport quase venceu fora de casa neste Brasileirão




  • Ricardo Fernandes/DP/D.A.Press

    Campanha do Sport como visitante na Série A- 3ª pior campanha do campeonato com 15 jogos, 9 empates, 6 derrotas e 17 gols marcados
23 gols sofridos
20% de aproveitamento
  • MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS

    2ª rodada - Flamengo 2 x 2 Sport: A atípica partida em que Diego Souza terminou o jogo como goleiro, tinha tudo para ter um final feliz para o Leão. Sem substituto para Magrão, machucado, o meia foi para o gol e não evitou o gol de empate de Éverton, aos 51 minutos do segundo tempo, no Maracanã.
  • flickr Chapecoense/Divulgacao

    9ª rodada- Chapecoense 1 x 1 Sport: O Sport também esteve muito próximo de conseguir a primeira vitória fora de casa em Chapecó. Após sair na frente com Rithely, no primeiro tempo, o Leão recuou demais na etapa final. Foi castigado com o gol de empate de Bruno Rangel, aos 42 do segundo tempo.
  • Heuler Andrey

    17ª rodada- Atlético-PR 1 x 1 Sport: Talvez seja a partida mais chorada pelos rubro-negros nesta Série A. Apresentando um bom futebol, a vitória parecia certa para o Leão. Inexplicavelmente, o árbitro deu 7 minutos de acréscimo e o empate paranense veio aos 52 do segundo tempo com Christián Vilches.
  • JOKA MADRUGA/FUTURA PRESS

    22ª rodada- Coritiba 0 x 0 Sport: O Sport dominou o Coxa do começo ao fim da partida. Teve inúmeras chances de sair de Curitiba com a vitória. André perdeu chances incríveis e o Leão voltou com um amargo empate na bagagem.

Não existe uma descrição para essa imagem ou galleria

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *