Últimas

Abaixo assinado pede retorno do armazenamento do OneDrive

A Microsoft usa a ferramenta UserVoice para permitir que usuários deem opiniões e sugestões sobre a maior parte de seus serviços. Com o OneDrive não é diferente. O resultado, depois do polêmico anúncio de que o armazenamento ilimitado foi reduzido a apenas 1 TB e o espaço grátis caiu de 15 GB para apenas 5 GB, é que o fórum foi tomado por solicitações para que a empresa revisse a decisão.

A ferramenta permite que um usuário dê uma sugestão e receba votos de outras pessoas. Quanto mais votos, maior a posição de destaque da solicitação, de modo que a equipe do OneDrive já está bastante ciente das reclamações.

Para se ter uma ideia, a solicitação para que a Microsoft deixe de restringir tanto o armazenamento do OneDrive já recebeu (no momento em que este texto é escrito) mais de 32 mil votos. É a solicitação mais votada da página. A segunda está bem atrás, com apenas 12,6 mil votos.

“Recentemente, um post no blog anunciou que vocês reduziriam nosso armazenamento grátis e pago. Apenas 1 TB para o Office 365 e 5 GB para o plano grátis. Eu sou um fã de longa data do OneDrive, mas depois do upgrade, eu não posso mais recomendá-lo, já que o meu espaço prometido foi removido. Por que nos fazer pagar por aqueles que exageraram?”, diz a publicação.

A Microsoft diz que usuários estavam abusando do espaço ilimitado oferecido aos clientes do Office 365, citando o exemplo de pessoas que chegaram a guardar até 75 terabytes de arquivos online. No entanto, é difícil culpar até mesmo o usuário que extrapola o volume de dados quando você promete armazenamento ilimitado, já que normalmente isso significa a ausência total de limites.

Ao mesmo tempo, não existe espaço ilimitado. Os servidores ocupam um espaço físico que consome bastante energia, então o negócio não é viável se todos começarem a guardar 75 TB na nuvem. Talvez o menos injusto seria reduzir o espaço pago máximo para uns 10 TB e notificar aqueles que estão exagerando? Provavelmente o mais certo seria nunca ter anunciado o armazenamento ilimitado em primeiro lugar.

Via UserVoice

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *