Últimas

Além do jogo: fundador da Oculus VR conta como a tecnologia pode mudar o mundo

O fundador da Oculus VR, Palmer Luckey, acredita que a realidade virtual pode revolucionar a educação no futuro. “Há um grande potencial para a realidade virtual no setor de educação … As salas de aula estão ultrapassadas”, afirmou em uma conferência realizada nesta semana.

Luckey acredita que com a tecnologia, os estudantes poderão visitar lugares do mundo todo, o que não seria possível realizar fisicamente. “Há claramente um valor em ter experiências no mundo real. É por isso que temos viagens de campo. O problema é que a maioria das pessoas nunca vai ser capaz de fazer a maioria dessas coisas”, defende.

“As pessoas pem dizer: ‘Mas a visita de realidade virtual não é o mesmo do que a visita no mundo real’. Bem, pode não ser o mesmo, mas importa muito mais que todos sejam capazes de experimentá-la”, explicou Luckey.

Previsões
Trabalhando com o setor há algum tempo, o executivo afirmou que, apesar de ainda ser um nicho, a realidade virtual deve se tornar bastante popular nos próximos 15 anos. “Há claramente um valor em experiências do mundo real: vamos fazer as coisas. É por isso que temos viagens de campo. O problema é que a maioria das pessoas nunca vai ser capaz de fazer a maioria dessas experiências”.

Futuro
Luckey afirmou ainda que a Oculus VR está trabalhando para trazer à plataforma mais sentidos além da visão e da audição, como o cheiro e o toque. Ele explicou também que a tecnologia pode mudar as relações entre as pessoas.

“Se conseguirmos desenvolver a realidade virtual em certo nível, podemos começar a nos comunicar digitalmente de uma forma muito mais humana. As pessoas poderão sentir como se estivessem cara a cara com a pessoa, mesmo que elas estejam em continentes diferentes”, finaliza.

Via TheGuardian

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *