Últimas

Aniversário de 190 anos do Diario reuniu emoção, orgulho e a história de um povo

Uma noite para ficar na história dos pernambucanos. A comemoração dos 190 anos do Diario de Pernambuco levou prestígio e emoção ao Teatro de Santa Isabel, no Centro do Recife, ontem. Memórias relacionadas à trajetória do jornal mais antigo em circulação na América Latina foram revisitadas e contadas a um público formado por políticos, artistas, jornalistas, empresários, representantes do Poder Judiciário e nomes da sociedade civil organizada.

No palco de um dos espaços mais tradicionais do Recife, o grande jornal dos pernambucanos recebeu e prestou homenagens. A festa contou com a presença de representantes dos quatro poderes: o governador do estado, Paulo Câmara; o prefeito do Recife, Geraldo Julio; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchôa, e o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Frederico Neves.

A atriz Geninha da Rosa Borges, que foi ovacionada pela plateia ao ser mencionada pelos mestres de cerimônia da noite, a apresentadora da TV Clube/Record Isly Viana e o colunista do Diario João Alberto.

Os convidados foram recebidos pelos irmãos Alexandre e Maurício Rands, atuais presidente e vice-presidente institucional do jornal. “É uma noite muito importante para todos os pernambucanos. O Diario de Pernambuco é um patrimônio não só para quem faz o jornal, mas para todo o estado”, destacou Alexandre. “São 190 anos de uma história indissolúvel. Pernambuco é um estado que se orgulha de sua história, seu povo e também de seus órgãos de comunicação”, ressaltou Maurício.

A solenidade marcou ainda o novo momento do jornal. Em outubro de 2015, o controle do Diario de Pernambuco foi assumido pelo grupo R2, dos irmãos Rands. A nova fase foi celebrada pela sociedade pernambucana, que encontra meio de expressão nas páginas do jornal. “Estamos, hoje, mais sólidos. Vamos continuar avançando e é com otimismo que olhamos para o futuro”, afirmou o vice-presidente executivo do Diario, Guilherme Machado.

Durante a cerimônia, 20 vencedores receberam o prêmio Orgulho de Pernambuco -Diario de Pernambuco 190 Anos. Os premiados foram escolhidos em votação realizada pela redação do jornal. Os jornalistas definiram os ganhadores numa lista que incluía categorias como cidadania, direitos humanos, cultura (literatura, cinema e teatro, artes plásticas e música), ensino superior, saúde, construção civil, supermercados e comércio atacadista, entre outras. Uma homenagem especial foi prestada aos jornalistas Joezil Barros e Gladstone Vieira Belo, ex-dirigentes do Diario de Pernambuco.

Passou ainda pelo palco do Teatro de Santa Isabel – que foi eleito o melhor do Brasil pelo Prêmio Cenym 2015, realizado pela Academia de Artes no Teatro do Brasil – o grupo Quinteto Violado. A banda também foi homenageada durante a festa, e os integrantes do conjunto tocaram um repertório de retrospectiva e valorização dos ritmos regionais. A noite foi encerrada ao som de frevo com um animado show do Maestro Forró e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *