Últimas

Autor de tiroteio nos EUA é descrito como "solitário que evitava contato visual"

O homem que abriu fogo ontem em uma clínica nos Estados Unidos e matou três pessoas, incluindo um policial, foi descrito por autoridades e vizinhos como um solitário que evitava contato visual. Nascido na Carolina do Norte, Robert Lewis Caro, de 57 anos, cometeu o crime em uma clínica de planejamento familiar, em Colorado Springs, no Estado do Colorado.

“No entanto, as pessoas podem fazer inferências relacionadas ao local do incidente”, ponderou um ex-procurador-geral do Estado. A clínica presta cuidados de saúde para mulheres, incluindo abortos. Aqueles que conheciam Caro disseram que ele parecia ter alguma inclinação política ou religiosa. “Se você falar com ele, nada será muito cognitivo”, disse James Russell, que mora a poucas centenas de metros de Caro, na cidade de Black Mountain, na Carolina do Norte.

Três policiais foram inicialmente feridos depois de responder a um chamado às 11h38 de ontem (horário local) sobre um homem armado na clínica, contou a tenente Catherine Buckley, do departamento de polícia de Colorado Springs. Segundo a oficial, a polícia invadiu o edifício para tentar conter o atirador, com quem trocou tiros até por volta das 14h15. Ele atingiu seis oficiais enquanto estava escondido na clínica. Os policiais conseguiram se aproximar do atirador, que se rendeu por volta das 17h.

No momento em que o atirador se rendeu, três pessoas foram mortas, incluindo uma policial. Outras nove pessoas ficaram feridas. Foi o mais recente tiroteio em massa nos EUA, o que levou o presidente Barack Obama a fazer o alerta: “Nós não podemos isto tornar-se normal”. “Se realmente nos preocupamos com isso, e nós estamos oferecendo nossos pensamentos e orações novamente, devemos fazer alguma coisa em relação à facilidade de acesso a armas de guerra por pessoas que não deveriam estar com elas. Isto já é suficiente”, disse Obama. Fonte: Associated Press.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *