Últimas

BlackBerry Priv passa por extremo teste de resistência (spoiler: há fogo)

Da Redação do site Tudocelular.com.br

As primeiras unidades do BlackBerry Priv já estão chegando aos entusiastas que se adiantaram ao reservá-lo quando a pré-venda foi iniciada pela companhia canadense, e o resultado disto são os vários vídeos e reviews escritos sobre a mais recente novidade da empresa sediada na América do Norte, incluindo, desta vez, um teste de resistência com padrões extremos. No vídeo abaixo, a equipe do canal JerryRigEverything coloca à prova a construção do primeiro celular Android da antiga RIM (Research In Motion), passando por diversas etapas que tentam identificar o quão terrível precisa ser a queda ou contato brusco para destruir a estrutura desenvolvida pela fabricante norte-americana. Tem até fogo no meio disso tudo. Assista a produção:

[embedded content]

Em quase três minutos de duração, o vídeo determina a durabilidade do BlackBerry Priv, iniciando pelo exame de riscos na tela. Ao numerar a força com que uma chave pontiaguda passa sobre o display do smartphone elitizado, conclui-se que é preciso chegar ao sétimo grau de pressão, um desfecho aceitável para quem cuida razoavelmente bem de seu celular. Em seguida, as lentes da câmera vivenciam o sofrimento de serem riscadas, e a história aqui não é nada boa, já que a superfície de vidro embutida no sensor fotográfico é danificada muito facilmente, nas próprias palavras do apresentador, e qualquer pequeno risco já é o suficiente para estragar as imagens que seriam capturadas pelo modelo. O teclado, como qualquer outro policarbonato, também passa por a mesma situação de fragilidade, mas, como é protegido pela tela, isso não deve ser um problema tão grande.

O fogo

Encontrar um contexto onde um smartphone terá seu display queimado por um isqueiro não é ordinário, levando em conta o viés incomum do cenário. O apresentado, entretanto, mostra o que aconteceria com o produto, caso este passasse pelas chamas quentes por um certo período de tempo. Ao repousar o visor do dispositivo portátil sobre o fogo, os pixels envolvidos no processo ganham a tonalidade branca, o que é interessante, diz o autor do vídeo, pois a maioria dos telefones apresentam um resultado escuro. Um tempo depois da ‘tortura flamejante’, a tela retorna completamente a seu estado normal, sem oferecer dicas de que aquela área havia sido queimada anteriormente. Finalizando a experiência extrema, o YouTuber tenta dobrar a carcaça do BlackBerry Priv, o que, ainda segundo ele, não é nada justo, considerando que se trata de um slider, mas, aparentemente, este envergaria ou seria partido de um modo fácil.

Em termos técnicos, relembrando tudo o que já foi visto do BlackBerry Priv, sua lista de especificações inclui uma tela de 5,4 polegadas em resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels), protegida pelo vidro curvo 2.5D, 3 GB de RAM, chipset Qualcomm Snapdragon 808, incluindo seu processador de seis núcleos e a Adreno 418 como placa gráfica, 32 GB de memória para o armazenamento interno, podendo ser expandida via cartão microSD, câmera principal, câmera principal de 21 megapixels e frontal de 5 megapixels, suporte às redes 4G LTE, Bluetooth 4.1 e o Android 5.1.1 Lollipop como sistema operacional, recebendo a interface customizada feita pela própria BB.

No exterior, o modelo custa, inicialmente, US$ 699, ou R$ 2.635, usando a cotação atual do dólar como base de conversão e ignorando os impostos brasileiros. A novidade, infelizmente, não está disponível em nosso país, e nem há planos da BlackBerry de trazê-la ao território tupiniquim.

O BlackBerry Priv ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *