Últimas

Build 10586 pode ser a primeira versão estável do Windows 10 Mobile

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Há algum tempo que temos rumores sobre qual seria a numeração da versão estável do Windows 10 Mobile, esta que estaria presente nos smartphones vendidos com o sistema operacional a partir do final deste mês. De acordo com o portal WM Power User, esta questão já foi resolvida e a edição escolhida foi a 10586, que ficará conhecida como Threshold 2. A escolha do nome se deu pela política de unificação das plataformas adotada pela Microsoft, já que este update também deve chegar aos desktops ainda neste mês de novembro, segundo o site.

De acordo com o que foi revelado, esta versão do sistema já foi até mesmo assinada pela Microsoft, sendo utilizada por usuários em testes internos para garantir que não contará com nenhum bug relevante na data de sua liberação pública. Além disso, eles destacam que mesmo que a liberação seja iniciada ainda este mês, levará algum tempo para que todos os usuários a recebam em seus dispositivos, já que apenas após o Windows 10 Mobile é que a companhia “tomará as rédeas” da publicação de updates para os aparelhos.

Não foram liberados muitos detalhes sobre as novidades presentes nesta edição da plataforma, sendo dito apenas que as melhorias em termos de estabilidade e fluidez são notáveis em relação à atual 10581, mesmo com esta já sendo vista como algo extremamente estável pela maioria dos usuários. Devido a isto, podemos ter que esperar mais algum tempo pela chegada de mudanças mais significativas na interface como a transparência na central de ações e o modo paisagem na tela inicial e lista de aplicativos, além de muitas outras mudanças na UX prometidas por Gabriel Aul.

Outro ponto que deve ser mencionado é a ausência do subsistema Android nesta build, algo que vem sendo recorrente desde a versão 10549 liberada há algumas semanas. Segundo informações passadas por fontes internas ao WM Power User, isto se dá ao fato de que a Microsoft não tem trabalhado muito no Projeto Astoria de uns tempos pra cá, indicando que a ferramenta pode ter sua liberação pública afetada, chegando apenas em updates futuros ao Windows 10 Mobile. Isto também pode significar uma mudança na postura da companhia de Redmond, adotando assim algo menos agressivo do que disponibilizar um subsistema inteiro dentro de sua plataforma.

Todas as dúvidas serão respondidas em breve pela própria Microsoft, restando aguardarmos pelo lançamento público do Windows 10 Mobile para vermos se ele será de fato capaz de concorrer com Android e iOS pela preferência dos usuários a nível mundial.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

1 comentário

  1. Ansioso por essa versão.
    🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *