Cantor Giovani vai parar na delegacia por dirigir carro com placa adulterada

O cantor sertanejo Giovani, que formava uma dupla com o irmão, Gian, teve que ir nesta quinta-feira à delegacia de Andradina, município de São Paulo, para prestar esclarecimento por estar dirigindo um veículo com a placa adulterada.

Segundo informações da polícia local, ele foi convidado a prestar esclarecimentos após a polícia receber uma denúncia de que sua caminhonete S10 branca com placa de Maringá (PR) estava com a placa duplicada. O veículo foi consultado e confirmou-se que a placa era adulterada, constando um Chevrolet Corsa de São José dos Pinhais (PR).

Ao EXTRA, o delegado titular do 2º Distrito Policial de Andradina, Marcelo Zampero, disse que foi constatado que existe uma queixa de roubo de um Chevrolet Corsa. Segundo ele, as placas do carro de Giovani foram adulteradas por fita isolante preta nos números 0 e 6 e transformadas em 8.

O delegado informou que Giovani apresentou toda a documentação da caminhonete, foi ouvido e se comprometeu a ressarcir qualquer dano que o proprietário do outro veículo possa ter tido. De acordo com o delegado, Gian foi liberado porque configuraria crime apenas se a adulteração fosse permanente. O caso continuará a ser investigado, e Giovani pode ser chamado para prestar novos depoimentos.

“Foi constatada que havia uma adulteração com fita adesiva na caminhonete do Giovani, mas era uma adulteração não permanente, o que não configura crime. O cantor acha que foi alguma brincadeira ou maldade de alguém”, explicou o delegado.

‘Fizeram maldade comigo’

Procurado pelo EXTRA, Giovani disse que acredita ter sido alvo de alguma brincadeira maldosa. O sertanejo explicou que deixou o carro estacionado na frente de um hotel da cidade e, quando for ver, a placa do veículo havia sido adulterada em dois números.

“Alguém adulterou a placa e fez uma denuncia anônima. Fizeram uma brincadeira maldosa comigo. Fiquei surpreso. Os policiais chegaram e perguntaram se eu não me importava de ir prestar esclarecimentos na delegacia e ajudar na investigação. Fui e ficou tudo certo já. Não fui preso nem detido”, disse.

Gian e Giovani se separaram depois de 25 anos de carreira

Gian e Giovani se separaram depois de 25 anos de carreira Foto: Divulgação

A assessoria de imprensa de Giovani informou que ele comprou o veículo há pouco tempo e, através de um comunicado oficial, disse que ele foi à delegacia para ajudar nas investigaticações do caso.

“Nesta quinta feira, 12/11, o cantor Giovani foi convidado a prestar esclarecimentos na delegacia de policia da cidade de Andradina/SP, onde colaborou com as investigações referentes ao veículo que dirigia após o show que realizou. O cantor já deixou o local”, diz o comunicado.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *