Chaves saía de cena há um ano, mas personagem continua vivo na memória

Nas redes sociais, o personagem Chapolin Sincero, inspirado no seriado, virou meme. Foto: SBT/Divulgação
Nas redes sociais, o personagem Chapolin Sincero, inspirado no seriado, virou meme. Foto: SBT/Divulgação

Para o público brasileiro, Chaves e Chapolin foram os principais personagens de Roberto Gómez Bolaños. No México, Chespirito (Chaves) ganhou tanta força que ator e personagem se confundiam. Um ano depois da morte do mexicano, o público de vários países ainda conserva a saudade e o reconhecimento da obra do artista, que faleceu aos 85 anos, em Cancún. Vale frisar que o ator Roberto Bolaños também interpretou outros papéis, como Chompiras, Dr. Chapatin, Vicente Chambon e Chaparrón Bonaparte – embora eles não tenham se popularizado tanto no Brasil.

A parte triste da história é o lado sombrio do relacionamento do elenco de Chaves. Em entrevista ao canal Univision, a atriz mexicana Maria Antonieta de las Neves, a Chiquinha, afirma que não foi convidada para a missa de um ano da morte de Bolaños. É um resquício da relação conturbada com a ex-colega de elenco Florinda Meza, a Dona Florinda, viúva do ator, que convidou atores do elenco do seriado para a cerimônia. Inétidas no Brasil, duas novas biografias lançadas recentemente por Maria Antonieta e Rubén Aguirre, o Professor Girafales, devem municiar os fãs com mais informações dos bastidores do programa.

Os seriados Chaves e Chapolin seguem com a mesma força na televisão brasileira. O SBT, por exemplo, não abre mão de exibir a atração diariamente. Já o serviço de streaming Netflix também oferece um catálogo extenso de episódios da atração. Em 2006, a atração ganhou uma versão animada desenvolvida pela empresa mexicana Televisa, exibida pelo canal TBS (TV por assinatura) no Brasil. Nas redes sociais, o personagem Chapolin Sincero, inspirado no papel, virou meme, ou seja, viralizou na internet.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *