Últimas

Corrente humana em Paris denuncia "estado de emergência climático"

Centenas de manifestantes começaram neste domingo a formar uma corrente humana em Paris, apesar da proibição de manifestações após os recentes atentados, para denunciar o “estado de emergência climático”, na véspera da abertura da reunião de cúpula sobre o clima (COP21). Os manifestantes se reuniram ao longo da avenida Voltaire, na zona leste de Paris, mas romperam a corrente e deixaram um espaço de quase 100 metros diante da casa de espetáculos Bataclan, onde um dos atentados jihadistas de 13 de novembro deixou 90 mortos. “Temos que pressionar os dirigentes. Estamos muito decepcionados com o cancelamento da manifestação, mas esta é uma boa alternativa de mobilização”, afirmou Aude, de 29 anos, pesquisadora de Ciências Naturais. Várias pessoas exibiam cartazes com frases como “Eles são grandes apenas se nós ficarmos de joelhos” ou “Eles exploram, contaminam e se aproveitam. A emergência é social e climática”. No total, 147 chefes de Estado e de Governo, incluindo presidentes dos Estados Unidos, China, Rússia e Brasil, participarão na segunda-feira na abertura oficial da Conferência sobre o Clima (COP21), que buscará durante 10 dias alcançar um acordo mundial para reduzir as emissões poluentes que provocam o aquecimento do planeta.
Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *