Últimas

Dal Pozzo elogia jogadores improvisados e credita boa atuação do Náutico ao segundo tempo

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Com o retorno de Gaston, é provável que Fillipe Soutto volte ao meio de campo ou possa até ir para o banco

Saiba mais

Rafael Pereira e Fillipe Soutto jogaram improvisados nas laterais do Náutico contra o Vitória. Algo bastante questionado antes da partida e que rendeu boas resposta do técnico. Após a vitória em Salvador, Dal Pozzo teve a oportunidade de falar mais uma vez sobre assunto e pode comprovar o que já esperava. Os dois atleta foram bem e não comprometeram. 

“Fiquei satisfeito. As pessoas fazem julgamento antes dos atletas jogarem. Não tem improviso, é merecimento. O atleta que está envolvido, vai jogar o que tiver melhor. Se o atleta da posição não tem o desempenho (que espero, eu tenho que buscar outras formações e dar a oportunidade para quem está melhor. Com a posse de bola, (o time) jogou com naturalidade”, comentou o treinador. 

Com o retorno de Gaston, é provável que Fillipe Soutto volte ao meio de campo ou possa até ir para o banco de reservas. A tendência é que Dal Pozzo possa manter o 4-4-2 tradicional com dois volantes, dois meias e dois atacantes. Porém, ele lembrou que contra o Vitória, o que realmente deu certo foi a movimentação ofensiva. 

“Pedi a formação dos três por dentro. Biteco, Bérgson e Hiltinho. Pedi para movimentar para confundir o adversário. No segundo tempo deu mais certo. Pedi principalmente para o João sair mais para o jogo. Tava tendo liberdade. Esse foi o grande segredo. O João deu o passe para o gol. Eles davam espaço para os nossos volantes jogar. Ele foi o elemento surpresa vindo de trás sem marcação”, explicou o técnico.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *