Últimas

Dia do Macarrão: Temperos milenares dão o toque picante à receita mexicana

Uma culinária de cores e sabores fortes, considerada Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade, pela Unesco. Assim é a gastronomia mexicana, que tem uma origem milenar com registros de até 8.000 anos antes de Cristo. Seus ingredientes principais têm origem pré colombiana, indígena, e também com bastante influência de colonizadores espanhóis.

Dos índios, a comida mexicana ganhou seu ingrediente mais tradicional, o chili, que na verdade são as pimentas e os pimentões. Apesar de não ser um dos 10 maiores consumidores de macarrão do mundo o país é um dos que comemora a data e por isso figura nossa lista de receitas com elementos mundiais.

Quem monta um prato especial com esses elementos tradicionais é o chef guatemalteco Fernando Escalante, proprietário do Escalantes Tex Mex, de comida mexicana. Ele começou com um trailer e, de tanto sucesso, já está com dois restaurantes abertos, um na Zona Sul e outro na Zona Norte.

RECEITA

CORBATINES CON CAMARONES EN SALSA BRAVA
(por Fernando Escalante)

Ingredientes:

500g de farfalle (macarrão gravatinha)
250g de Camarão cinza descascado
50g de ervilhas frescas
100g de abobrinha
100g de pimentão vermelho
20 g de pimenta chipotle em conserva ( ou molho de pimenta chipotle)
25g de pimenta jalapenho fresca ou em conserva.
200g de creme de leite fresco
20g de alho picado
80g de cebola picada
Azeite
Salsinha fresca picada para finalizar.

Modo de preparo:

Em uma panela com água e sal, coloque a massa para cozinhar até que fique ao dente (um pouco endurecida). Enquanto isso, em uma frigideira aqueça o azeite e coloque a cebola e alho até dourar, depois acrescentar o creme de leite fresco, as ervilhas e as pimentas. Deixe no fogo baixo por 5 minutos. Por último acrescente o pimentão, camarão e abobrinha e deixe cozinhar por mais quatro minutos. Para finalizar banhe a massa com o molho e decore com salsinha.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *