Últimas

Egito insiste em que causas de queda de avião russo seguem desconhecidas

O ministro egípcio da Aviação Civil, Hossam Kamal, afirmou hoje que a investigação ainda não determinou as causas da queda do avião russo na Península do Sinai, que deixou 224 mortos em 31 de outubro, informou a televisão estatal.

Pouco depois, o governo egípcio afirmou em um comunicado que “levava em consideração” o anúncio feito por Moscou, que anunciou hoje, pela primeira vez, que o acidente foi provocado pela explosão de uma bomba a bordo da aeronave.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *