Últimas

Em Brasília, brinquedo apresenta falha e dez pessoas ficam presas

Foto: Daniel Alves/CB/D.A Press (Foto: Daniel Alves/CB/D.A Press)
Foto: Daniel Alves/CB/D.A Press

Dez pessoas, entre crianças e adultos, ficaram presas em um brinquedo no Parque da Cidade durante a tarde deste sábado (31). As vítimas relataram que permaneceram dentro do kamikaze por mais de duas horas, sendo que dez minutos foram de cabeça para baixo. Uma garota teve enjoo, mas foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros por volta das 17h e passa bem. Para fazer o resgate, foi utilizada uma viatura de socorro em altura, com escada mecânica.

O estoquista Lucas Erick Alves da Silva, 19 anos, estava dentro do brinquedo e acredita que o problema tenha ocorrido por falta de manutenção. “Os bombeiros chegaram em apenas dez minutos, mas os funcionários não fizeram nada, apenas pediam calma”, relata. Essa foi a primeira vez que o gesseiro William Ribeiro, 30 anos, utilizou o kamikaze. Ele conta que quando houve a falha, pensou que fazia parte da brincadeira. “Já vim aqui várias vezes e nunca tinha visto um brinquedo dar defeito. Não passou de um susto”, compartilha.

De acordo com a administração do parque, o brinquedo tem apenas 4 meses de uso. “Vamos acionar o fabricante, pois ele ainda está na garantia”, afirmou Marco Antônio Gomes, admistrador do estabelecimento. Ele ressaltou que foi prestado socorro para todos os envolvidos. “Nossa ambulância ficou de prontidão, mas felizmente ninguém precisou ser levado para o hospital”, completou.

A Defesa Civil interditou o brinquedo para apurar as causas do acidente e providenciar os reparos. “O parque tem dez dias para apresentar um relatório apontado as falhas do brinquedo. Possivelmente, uma falha no motor pode ter sido a causa”, explicou o major da Defesa Civil, Sinfrônio Lopes.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *