Últimas

Embarcação com turistas mineiros naufraga em Angra dos Reis

Uma equipe de inspeção naval da Delegacia da Capitania dos Portos em Angra dos Reis (DelAReis), com três embarcações da Marinha, realiza operação de busca e resgate no mar de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, para localizar cinco desaparecidos, entre eles mineiros, após o naufrágio da escuna Minas Gerais, nas proximidades da Ilha dos Meros, na Baía da Ilha Grande. Os bombeiros do Quartel de Angra dos Reis também participam das buscas.De acordo com nota do Comando do 1º Distrito Naval, na noite de ontem (28) a Marinha tomou conhecimento do naufrágio da embarcação, que tinha 13 tripulantes a bordo. Oito deles foram resgatados.

Até o momento, o 1º Distrito Naval não informou o tipo de atividade para a qual a embarcação era utilizada. A Marinha informou ainda que um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), cujo prazo de conclusão é de 90 dias, será instaurado para apurar “as causas, circunstâncias e responsabilidades pelo ocorrido”.

Segundo as primeiras informações, as pessoas desaparecidas estavam na traineira Minas Gerais. As traineiras, barcos usados normalmente para a pesca artesanal por moradores de Angra, também servem para passeios turísticos nos fins de semana e feriados, quando são alugadas por turistas.

Um navio patrulha da Marinha seguiu para o local do naufrágio, para auxiliar nas buscas. O tempo na região é muito ruim, o que pode ter contribuído para a naufrágio. 

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *