Estabelecimento envolvido em incêndio havia sido notificado pelo CBM

Em nota, SSP-AL informou que todas as medidas foram tomadas para conter o sinistro

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL) por meio de nota enviada à imprensa afirma que todas as medidas cabíveis foram tomadas para conter o incêndio que se alastrou por cinco lojas no Comércio de Maceió, na noite dessa sexta-feira,13.

De acordo com a nota, após ser acionado, a primeira guarnição do Corpo de Bombeiros chegou ao local do sinistro em, aproximadamente, dez minutos. Para a ocorrência, foram designados 40 bombeiros, além de três caminhões autobomba tanques (ABT) e mais três autotanques, sendo dois com capacidade para 12 mil litros de água e o outro 20 mil. Também foram utilizadas duas escadas mecânicas e duas viaturas de salvamento.

Segundo a nota, o edifício Gaivota, onde as chamas teriam sido iniciadas, foi notificado nos anos de 2013 e 2014 para solucionar pendências e apresentar projetos de adequação.

Ainda de acordo com a nota, o comandante do CBM/AL, coronel Paulo Marques esclareceu que “infelizmente a legislação não permite interditar esse tipo de comércio, com exceção de perigo iminente. Cabendo apenas a emissão de notificação e multa pela situação irregular”.

 

Por Cadaminuto

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *