Últimas

Estado Islâmico possui help desk para terroristas, segundo exército americano

Se o Anonymous está ajudando internatutas a hackear para enfrentar o Estado Islâmico, os extremistas religiosos, por outro lado, não ficam para trás. De acordo com a NBC, o Estado Islâmico conta com uma help-desk ativa 24 horas por dia para ajudar jihadistas a evitar ataques hacker e manter suas comunicações sigilosas.

Segundo contraterroristas associados ao exército do EUA, o Estado Islâmico conta com cerca de seis especialistas em tecnologia – com pelo menos uma graduação em tecnologia da informação – que compõem o núcleo desse serviço. Eles auxiliam os demais membros da facção radical a espalhar sua mensagem, recrutar mais pessoas e planejar ataques por meios digitais.

Funções 

Além disso, esse help desk também é responsável por estudar novos softwares de criptografia e segurança conforme eles são lançados, e produzir material para ensinar outros juhadistas a usá-los. Segundo a NBC, o CTC (Combat Terrorism Center, centro de combate a terrorismo dos EUA) obteve um documento de 300 páginas que mostra como esse treinamento acontece.

Os tutoriais, segundo a rede norteamericana, são distribuídos por meio do twitter e outras redes sociais. A NBC reporta que a descoberta desse help desk causou alarme ao governo dos EUA, pois ele permite que uma rede muito maior de militantes extremistas aja por meio de ataques digitais.

Segundo Aaron Brantley, um analista de contraterrorismo da CTC, as operações do Estado Islâmico são bastante descentralizadas. Uma das maneiras pelas quais eles conseguem determinar as posições das bases de operações é interceptando mensagens que chamam para as orações: sabendo os horários de cada oração, é possível saber em qual fuso-horário aquela célula está situada.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *