Últimas

Estado Islâmico reivindica assassinato de combatente sírio e seu amigo na Turquia

Jihadistas do Estado Islâmico na cidade síria de Raqa, em imagem de arquivo
- Foto: Welayat Raqa/AFP (Welayat Raqa/AFP)
Jihadistas do Estado Islâmico na cidade síria de Raqa, em imagem de arquivo
– Foto: Welayat Raqa/AFP

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou em um vídeo difundido neste domingo na internet os assassinatos de um combatente sírio antijihadista e um amigo, encontrados decapitados na sexta-feira no sul da Turquia. No vídeo, o EI diz ter “massacrado” o combatente sírio Ibrahim Abdelkader, de 20 anos, e seu amigo Fares Hamadi em Sanliurfa (Turquia), “depois de conspirarem com os Cruzados (ocidentais) contra o EI”.

Abdelkader, decapitado junto com o amigo em sua casa no sul da Turquia, pertencia ao grupo sírio “Raqa é massacrada em silêncio”. Conforme anunciou na sexta-feira Abu Mohamad, um dos fundadores do grupo, os dois mortos são da cidade de Raqa, capital de fato do EI na Síria. Abdelkader havia escapado para a Turquia há pouco mais de um ano.

Anteriormente, já haviam aparecido mortos outros membros deste grupo de ativistas na Síria, mas nunca fora do país, segundo Mohamad. Sanliurfa encontra-se a 55 quilômetros da fronteira turca com a província síria de Raqa. Ativistas da oposição síria, combatentes curdos e inclusive seus aliados ocidentais acusam a Turquia de permitir que membros do EI entrem e saiam por seus 911 quilômetros de fronteira com a Síria.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *