Últimas

Estudo revela como apps do Android podem acabar com a bateria do seu smartphone

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Todo mundo deseja um celular que passe mais tempo longe da tomada. Muitas vezes um hardware potente e uma tela de altíssima resolução podem ser os grandes vilões no consumo, mas se tem algo que drena rapidamente a bateria do seu celular é a transferência de dados. É normal que grande parte dos apps tentem se comunicar com algum serviço na nuvem para garantir todos os recursos vitais para o seu funcionamento. Mas você sabia que muitos deles nem precisam de comunicação de dados para funcionar e mesmo assim estão lá transferindo informações e ferrando sua bateria?

O site ZDNet compartilhou um estudo feito pelo MIT com 500 apps diferentes para analisar como eles se comportam em segundo plano no seu celular. Eles perceberam que barrar qualquer tipo de comunicação na maioria deles não impediu você de usar o app. Dos que foram analisados, 63% das conexões desnecessárias foram realizadas por aplicações gratuitas – geralmente atreladas às publicidades incorporadas em freewares. Eles mantêm uma conexão constante com servidores, o que faz com que o consumo de bateria seja alto em seu celular.

A parte mais preocupante é que 46% das declarações de conexão codificadas nestas aplicações são encobertas. Twitter, por exemplo, recolhe secretamente informações sobre vídeos seguidos por usuários em tweets. Pandora e Spotify usam serviços de gráfico social do Facebook e transmitem dados sobre o uso do aplicativo.

Um componente curioso do app do Walmart é um scanner de código de barras que se conecta a um servidor do eBay. Isso não é surpreendente, pois talvez, como explicam os pesquisadores, a biblioteca do scanner foi criada pelo eBay de propriedade da tecnologia de Laser Vermelho.

“No entanto, seria importante os usuários estarem cientes destas comunicações. Pode haver uma razão muito boa para esta comunicação secreta. Nós não estamos tentando dizer que tem de ser eliminada. Estamos apenas dizendo que o usuário precisa ser informado”, comentou Julia Rubin, uma dos contribuintes para o estudo feito pelo MIT e Laboratório de Inteligência Artificial (CSAIL).

No gráfico acima, foram reunidos os dez apps ou serviços que mais transferem dados em segundo plano em seu smartphone. Como esperado, o aplicativo de busca da Google está em primeiro, já que o mesmo precisa de comunicação constante para funcionar. Mas na lista vemos jogos da Gameloft, Facebook, nMobi, Millennial Media, Mopub, Mobileleads, Tapjoy e Flurry.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *