Facebook vai desenvolver inteligência artificial com ajuda dos usuários

Assim como Google e Apple, o Facebook aumentou seu investimento em inteligência artificial (IA). Porém, diferente das outras empresas, a rede social preferiu aproveitar a sua base de 1,5 bilhão de usuários mensais para criar uma equipe de “treinamento” para sua tecnologia de IA.

Alexandre LeBrun, diretor da plataforma de inteligência artificial do Facebook, explicou o sistema que vai ser formado por humanos que alimentarão um assistente virtual do Messenger, para ajudar os usuários e diversas funções.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o Facebook aumentou seus gastos em pesquisa e desenvolvimento em 30% no último ano, e esse dinheiro é usado também para desenvolver a tecnologia de IA. LeBrun declarou que o Facebook acredita que essas tecnologias irão mudar a maneira como os usuários interagem com softwares e dispositivos e que elas terão um papel importante no futuro.

O especialista disse ainda que outros sistemas de inteligência artificial, como a Siri e a Cortana, são mais difíceis de serem melhorados, uma vez que os usuários acabam se acostumando com o que o serviço e não pode fazer. Ele cita, por exemplo, que algumas pessoas só usam seus assistentes de voz para perguntarem sobre o clima, o que não permite que os próprios assistentes aprendam.

O sistema do Facebook não programou seu assistente para fazer as tarefas, mas sim a aprender com os usuários. LeBrun conta que o assistente aprendeu até a contar piadas após ser treinado para isso.

Apesar dos desenvolvimentos, o assistente do Facebook é um projeto de longo prazo e enfrenta grandes desafios como as barreiras culturais e linguísticas.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *