Google está contratando pilotos para projetos com drones

O Google está procurando por pilotos para trabalharem com seus dois projetos com drones. De acordo com informações reveladas pelo IDG News nesta sexta-feira, 6, os pilotos ajudarão com os testes do Projeto Wing e do Projeto Titan.

Para trabalhar no Wing, o projeto do Google de entregas por meio de drones, os candidatos devem ser pilotos de controle remoto experientes, para executar voos de testes em plataformas de drones personalizadas.

A Administração Federal de Aviação diz que drones como os do Projeto Wing que voem abaixo de uma determinada altitude precisam de um piloto humano. Então, mesmo que o Google faça com que os seus consigam voar por conta própria, ainda será necessário alguém para controlá-los.

O piloto desse projeto também voará em aeronaves de perseguição que seguirão o drone para tomar notas. O Google afirmou recentemente que pretende começar a fazer entregas com o Projeto Wing em 2017

Já o segundo projeto que está precisando de pilotos é o do Titan Aerospace, que o Google comprou em 2014. Eles pretendem fazer com que o Solara, um drone que funciona com energia solar e voa em uma zona bem acima da que precisa de um piloto humano, aja como um satélite e leve internet a comunidades que precisem. 

O piloto que for trabalhar com o Titan ajudará a testar e refinar a aeronave. Os requisitos são de que ele tenha experiência com aeronaves experimentais e elétricas. Eles trabalharão em zonas de testes em localizações remotas e no Novo México.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *