Grécia começará na quarta a distribuir migrantes a outros países da UE

Atenas (AFP) – A Grécia começará na quarta-feira o processo de distribuição ao restante de países da União Europeia dos refugiados que chegaram ao seu território, a maioria sírios e iraquianos, informou o governo nesta terça-feira.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras irá ao aeroporto da capital por volta das 02h30 de Brasília para se reunir com os trinta primeiros refugiados que sairão de Atenas com destino a Luxemburgo, segundo os acordos alcançados em Bruxelas.

Também estarão no aeroporto o comissário europeu de Imigração, o grego Dimitris Avramopoulos, o presidente do Parlamento europeu, Martin Schulz, e o ministro luxemburguês das Relações Exteriores, Jean Asselborn, informou a Comissão em um comunicado.

Segundo o plano da UE, um total de 160.000 migrantes, entre eles 66.000 que entraram no continente pela Grécia, serão distribuídos entre os países-membros do bloco.

Os migrantes são identificados em sua chegada em centros específicos situados em Itália e Grécia, os denominados “hotspots”.

Após a saída dos primeiros refugiados, Schulz se reunirá com Tsipras em Atenas para falar da questão e na quinta-feira os dois visitarão a ilha de Lesbos, no Mar Egeu, aonde chegam a cada dia milhares de migrantes procedentes da costa turca.

Na semana passada, pelo menos 80 refugiados, entre eles várias crianças, morreram afogados em frente à costa de Lesbos e de outras ilhas, quando as embarcações em que estavam naufragaram devido ao mau tempo.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *