Últimas

Guarda costeira dos Estados Unidos busca brasileiro que caiu de navio no Caribe

A Guarda Costeira de Miami, nos Estados Unidos, está realizando buscas por um brasileiro que caiu de um cruzeiro no mar do Caribe, na América Central, por volta de 1h da manhã desta sexta-feira. O homem, cujo único detalhe revelado foi a idade – 35 anos -, foi avistado por membros da tripulação já na intenção de pular ao mar, a partir do 17º piso do navio.

Um passageiro filmou toda a aparente tentativa de suicídio, enquanto outras pessoas tentavam desesperadamente resgatar o homem. É possível ver alguns passageiros se debruçando para tentar agarrá-lo e puxá-lo de volta ao convés, sem sucesso. No vídeo postado pela CBS Miami, a imagem é cortada no momento em que ele cai, para evitar uma possível cena chocante para a audiência.

“Por sua causa isso aconteceu! Me solta! Saia de cima de mim”, gritava o homem, em inglês.

“Nosso relatório era de que ele saltou para o bote salva-vidas e, posteriormente, caiu na água, mas independentemente de como ele foi parar na água, nós só estamos preocupados em encontrar ele”, disse o oficial da Guarda Costeira dos EUA, Petty Mark Barney. “Não sei se lhe jogaram uma boia, mas estou ciente que ele não estava usando um colete salva-vidas”.

A embarcação, “Oasis of the Seas”, pertencente à Royal Caribbean, estava aproximadamente a 27 quilômetros a leste das ilhas Turks and Caicos. Confira nota oficial da companhia sobre o caso:

“Na sexta-feira, 6 de novembro, enquanto o Oasis of the Seas estava ao mar, 27 quilômetros a leste de [das ilhas] Turks e Caicos, um convidado do sexo masculino de 35 anos de idade, brasileiro, caiu ao mar. Ele foi avistado por membros da tripulação indo intencionalmente para o lado do navio. Um helicóptero da Guarda Costeira no momento está nos ajudando com as buscas. Nossa equipe de atendimento está oferecendo apoio à família do passageiro e nossos pensamentos e orações estão com eles neste momento difícil”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *