Últimas

Guerra do Anonymous contra o Estado Islâmico perde força

A guerra do grupo hacker Anonymous contra o Estado Islâmico enfrenta problemas. Quando foi lançada a #OpIsis, campanha que ensinava como hackear os terroristas, especialistas em segurança apontaram que a medida poderia não ser tão benéfica, inundando canais tradicionais com “desinformação” e turvando as fontes de inteligência tradicionais.

Problemas

A maior parte dos esforços do grupo possui como objetivo derrubar contas e sites vinculados ao Estado Islâmico. De acordo com um funcionário do Twitter, o trabalho tem sido bastante impreciso. Outras pessoas afirmam também que muitas contas que não têm relação com o grupo foram desativadas porque os usuários simplesmente twittaram em árabe, como curdos, chechenos e moradores da Palestina e do Irã.

Em uma tentativa de resolver o mal entendido, o grupo começou a divulgar nesta semana uma mensagem pedindo que os membros tenham cuidado nas ações. “Só porque um site ou post é escrito em árabe ou é de uma pessoa de fé muçulmana, não significa que ela deve ser um alvo “, afirma o texto. Erros do tipo têm sido tão frequentes que muitos grupos hackers distanciaram-se publicamente da #OpIsis, afirmando que não estão trabalhando com o Anonymous.

 Via TheVerge

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *