Últimas

Guilherme Biteco pede fim de oscilação no Náutico e atenção total no Paraná

Brenda Alcantara/Esp.DP/D.A Press

Biteco espera que a equipe possa pôr um ponto final nas oscilações e entre forte na reta final

Saiba mais

O Náutico venceu quando se menos esperava. As partidas contra Santa Cruz, Paysadu são provas disso. Por outro lado, o time também se complicou quando não devia. A derrota para o Botafogo, empate com o Atlético-GO e a magra vitória sobre o Mogi Mirim demonstraram a oscilação timbu. Restando cinco jogos, o Náutico não pode mais se dar ao luxo de mudar tanto durante os jogos. 

Baseado nestes resultados na postura da equipe, o meia Guilherme Biteco espera que a equipe possa pôr um ponto final nas oscilações e entrar forte na reta final da Série B. Segundo o atleta, o momento é de decisão. 

“Contra o Vitória já tratamos como uma final. Quem quer subir tem que pensar assim e não estamos pensando diferente. Acho que a gente vem oscilando bastante. A gente joga bem e no outro dia mais ou menos. Temos que nos preocupar apenas conosco mesmo”, pediu.

O adversário do Náutico neste sábado, o Paraná, não tem tanta responsabilidade na visão Guilherme Biteco. Contudo, não pensar em acesso ou não brigar contra o rebaixamento não facilita as coisas para o Timbu. Principalmente porque a briga pelo acesso ainda está bem viva. 

“Acho que até ao décimo colocado todos têm chance de subir. Se mantermos essa sequência e ir jogando bem temos condição de subir. Depende apenas de nós. O Paraná não tem muita responsabilidade, mas é um time bom e rápido. Vamos tentar matar o jogo ainda no primeiro tempo e fazer o máximo de gols possíveis”, prometeu.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *