I Love Paraisópolis chega ao fim com recorde de audiência


Na reta final, a audiência tem sido ainda melhor: na última semana chegou ao patamar de 25,8 pontos


Camila Botto
(camila.botto@redebahia.com.br)

I Love Paraisópolis chega ao fim como a novela da Globo de maior audiência das 19h nos últimos dois anos. A trama de Alcides Nogueira e Mario Teixeira com direção de núcleo e geral de Wolf Maya e direção-geral de Carlos Araújo, conquistou média geral de 24 pontos no Ibope. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo, o maior mercado do país.

Na reta final, a audiência tem sido ainda melhor: na última semana chegou ao patamar de 25,8 pontos, conquistando o maior Ibope dos últimos dois meses. “Fazemos um balanço muito positivo da novela. Conseguimos seguir nossa proposta de trabalho, desenvolvemos uma história na qual acreditamos e tivemos um time de primeira na realização. Mesmo algo que não tenha funcionado, tratamos com diversão e aprendizado. O resultado final é um carinho gigante e uma saudade enorme dessa novela”, afirma Alcides Nogueira. 

“O maior desafio é não perder o humor e a leveza, mesmo nas tramas mais densas. Não deixamos em momento algum de tratar de assuntos sérios, trouxemos questões – como o racismo – para a história e sem dúvida a comédia é uma forma de chegar nesse tom sem perder o foco do assunto”, emenda Mario Teixeira. 

Foto: Divulgação

Os dois já entregaram o último capítulo da história no dia 19 de outubro, mas para evitar vazamentos, criaram roteiros falsos e combinaram outras estratégias com os diretores Wolf Maya e Carlos Araújo. Sem surpresas, as principais atenções estão voltadas para os protagonistas Mari (Bruna Marquezine), Benjamin (Maurício Destri) e Danda (Tatá Werneck), além dos principais vilões da história. 

Francisco Cuoco

Numa estratégia diferente, o final feliz do casal protagonista foi antecipado: os dois já se casaram e Mari está grávida. Já Danda deve terminar feliz ao lado de Cícero (Danton Mello). Os vilões, como ocorre tradicionalmente, serão punidos. O mafioso italiano Dom Peppino (Lima Duarte) será preso, após sofrer um acidente. Sem o marido, Deodora (Dani Ornellas) se vê obrigada a assumir seus negócios para lá de suspeitos. 

Gabo (Henri Castelli) também vai terminar em cana, após um golpe de Ximena (Caroline Abras) que investe toda sua fortuna na comunidade. “Desde o começo, ele não mede esforços para conseguir o que quer. Beira a sociopatia, porque ele não tem culpa ou remorso do que faz. Agora, no final, não sei o que vai acontecer, mas acredito que ele volte para a Pilartex e dê uma rasteira no Dom Peppino (Lima Duarte)”, afirma Henri Castelli. 

Soraya (Letícia Spiller), por sua vez, escapará da cadeia, mas terá um fim dramático. A loira começa a dar sinais de Alzheimer, assim como sua mãe Izabelita (Nicette Bruno). Ben fica preocupado com a situação da mãe e desabafa com Mari. “Pior é que Soraya jamais vai querer se consultar com o médico da minha avó”, afirma o protagonista. “Sua mãe vai precisar muito da gente. Mais do que nunca”, responde Mari. 

A surpresa na reta final fica por conta da participação especial do veterano Francisco Cuoco, 81 anos, que vive o pai de Junior (Frank Menezes). “Eu gosto muito do humor da trama! Fui muito bem recebido por todos e estou adorando participar. E a cidade cenográfica de Paraisópolis é incrível! Fiquei muito impressionado”, diz Cuoco.

Tags:Novelas, Reta Final, I Love Paraisópolis, Audiência

Fonte: iBahia.com.br
Matéria publicada pelo site iBahia. Todos os créditos e direitos para o referido portal.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *